InícioMomento Histórico45 anos das Olimpíadas de Munique 1972 – jogos e tragédia.

45 anos das Olimpíadas de Munique 1972 – jogos e tragédia.

Jogos Olímpicos 1972 – Munique
A vigésima realização dos Jogos Olímpicos da era moderna, em 1972, na cidade Alemã de Munique tinha tudo para ser a Olímpiada da paz, iniciada no dia 26 de agosto com a participação de 121 nações e mais de 7100 atletas.

Na madrugada de 5 de setembro, 2 atletas de Israel foram mortos e outros 9 tomados como reféns, isso já na Vila Olímpica. Ficou conhecido como o Massacre de Munique, um triste capítulo na História dos Jogos Olímpicos.
A situação era delicada, mas os Jogos continuaram.

Décadas mais tarde, os descendentes das vítimas receberam indenizações, pelo governo alemão, em soma que chegou a cerca de 3 milhões de euros. Durante os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, houve o reconhecimento de forma oficial em memória as vítimas.

A disputa do futebol nos Jogos Olímpicos começara em 26 de agosto com 16 participantes divididos em 4 grupos com 4 seleções cada que jogavam 3 rodadas nesta primeira fase. Seria a 15ª. edição do Torneio de Futebol, que no pós 2ª. guerra mundial vinha sendo conquistada as medalhas de ouro, prato e bronze por seleções do Leste Europeu, ligados ao sistema político da URSS. A possível explicação para isso era que como o futebol nestes países estava sobre o controle do Estado Comunista, não havia o “capitalismo e profissionalismo” dos clubes e jogadores. Assim formavam seleções com os melhores jogadores que tinham, enquanto seleções do restante da Europa, América e outros continentes, tinham restrições por jogadores até determinada idade e que não tivessem participado de competições oficiais da FIFA. As últimas 5 conquistas das Olimpíadas tinham ficado com Hungria (1952-1964-1968), URSS (1956) e Iugoslávia (1960).

A seleção brasileira foi para os Jogos com um grupo jovem em que poucos já tinham participado dos elencos de seus clubes. Tivemos representantes de Cruzeiro-MG (1), Fluminense-RJ (4), Botafogo-RJ (1), Flamengo-RJ (1), América-RJ (1), Palmeiras-SP (1), Corinthians-SP (1), Internacional-RS (2), Grêmio-RS (1), Atlético-MG (1), Guarani-SP (1), Vasco-RJ (1), Coritiba-PR (1) e Santa Cruz-PE (1). Neste grupo de jogadores a participação do goleiro Nielsen do Fluminense, o zagueiro Osmar Guarnelli do Botafogo-RJ e também passaria pelo Atlético-MG, o zagueiro Abel Braga na época do Fluminense, o meia Falcão do Internacional-RS, o meia Rubens Galaxie do Fluminense, o meia Angelo do Atlético-MG, o meia Pintinho do Fluminense, o atacante Roberto do Vasco e o atacante Dirceu na época do Coritiba que depois passou pelos clubes do Rio de Janeiro e também destaque na Copa do Mundo de 1978 na Argentina. Portanto era um grupo jovem, mas com bons jogadores.

O futebol mundial passava por um momento importante, afinal a Copa do Mundo de 1970 tinha sido a melhor de todos os tempos, em que o Brasil conquistava o título, mas Alemanha e Itália, com excelente geração de jogadores também poderiam ter conquistado o título mundial. Então já em 1972, o Brasil organizava nos meses de junho e julho a Taça Independência, com muitas seleções e outro título do Brasil.
Também neste momento do futebol europeu, duas boas gerações de jogadores faziam parte das seleções da Polônia e da Holanda, que viriam a fazer grandes participações nas copas de 1974 (na Alemanha) e em 1978 (na Argentina).

Neste torneio olímpico, como dito anteriormente sobre as seleções do leste europeu, estas continuariam levando um pouco de vantagem. E assim aconteceu. A Alemanha, jogando em seu país, vencia seus 3 jogos (vitória valia 2 pontos naquela época) assim como URSS e Polônia. A Hungria com 5 pontos venceria o grupo C. Da primeira fase então passavam os 2 primeiros colocados, para então formar mais dois grupos da fase semifinal. Uma boa média de 3,5 gols por jogo foi o que ocorreu em 18 partidas. O Brasil com sua campanha muito ruim voltava pra casa após 3 partidas disputadas.

Primeira Fase
26.agosto.1972.sábado
Alemanha 3×0 Malásia
Marrocos 0x0 Estados Unidos
Hungria 5×0 Irã
Dinamarca 3×2 Brasil
28.agosto.1972.segunda
México 1×0 Sudão
URSS 1×0 Birmânia
Polônia 5×1 Colômbia
Al.Oriental 4×0 Gana
29.agosto.1972.terça
Alemanha 3×0 Marrocos
Malásia 3×0 Estados Unidos
Dinamarca 4×0 Irã
Brasil 2×2 Hungria
30.agosto.1972.quarta
México 1×0 Birmânia
URSS 2×1 Sudão
Al.Oriental 6×1 Colômbia
Polônia 4×0 Gana
31.agosto.1972.quinta
Alemanha 7×0 Estados Unidos
Marrocos 6×0 Malásia
Hungria 2×0 Dinamarca
Irã 1×0 Brasil
01.setembro.1972.sexta
Polônia 2×1 Al.Oriental
Colômbia 3×1 Gana
URSS 4×1 México
Birmânia 2×0 Sudão

Classificação da Primeira Fase
Grupo A – Alemanha (6), Marrocos (3), Malásia (2) e Estados Unidos (1).
Grupo B – URSS (6), México (4), Birmânia (2) e Sudão (-).
Grupo C – Hungria (5), Dinamarca (4), Irã (2) e Brasil (1).
Grupo D – Polônia (6), Alemanha Oriental (4), Colômbia (2) e Grécia (-).

Mais 3 rodadas nesta fase, e os 4 classificados (desta vez os 1º.colocados indo para a decisão do título e os 2º.colocados disputando a 3ª.colocação – medalha de bronze) confirmavam as seleções do leste europeu. Os poloneses e húngaros disputando a medalha de ouro. Russos e Alemães Orientais, o bronze. É evidente que pareceu uma festa em casa. Em 12 jogos, uma média de 3,66 gols por partida e duas grandes goleadas, Alemanha Oriental 7×0 México e Polônia 5×0 Marrocos.

Fase Semifinal
03.setembro.1972.domingo
México 1×1 Alemanha
Dinamarca 1×1 Polônia
Al.Oriental 0x2 Hungria
URSS 3×0 Marrocos
05.setembro.1972.terça
Al.Oriental 7×0 México
Marrocos 1×3 Dinamarca
Polônia 2×1 URSS
Hungria 4×1 Alemanha
08.setembro.1972.sexta
Al.Oriental 3×2 Alemanha
Hungria 2×0 México
URSS 4×0 Dinamarca
Polônia 5×0 Marrocos

Classificação da Fase Semifinal
Grupo E – Polônia (5), URSS (4), Dinamarca (3) e Marrocos (-).
Grupo F – Hungria (6), Alemanha Oriental (4), Alemanha (1) e México (1).

Com 50.000 pessoas no Estádio Olímpico de Munique, e dois gols de Deyna, a Polônia vira em cima da Hungria e leva o ouro. Antes, URSS e Alemanha Oriental empatam em 2×2 no tempo normal e prorrogação, e define-se medalha de bronze para as duas seleções. Um tanto bem a cara do sistema comunista. Todos com suas medalhas e felizes, pelo menos tinham que demonstrar que sim.

Disputa Terceiro Lugar
URSS 2×2 Al.Oriental (aet)
Medalha de Bronze dividida.

FINAL
Polônia 2×1 Hungria
September 10, 1972
Juiz: Tschenscher (Alemanha Ocid.) Público: 50,000. Gols: 42′ Varadi 0-1; 47′ Deyna 1-1; 68′ Deyna 2-1.
Polônia: Kostka – Gut, Cmikiewicz, Gorgon, Anczok, Szoltysik, Deyna (Szymczak), Kraska, Maszczyk, Lubanski, Gadocha.
Hungria: Geczi – Vepi, Pancsics, Juhasz, Szuzc, Kozma, A Dunai (Toth), Ku (Kocsis), Varadi, E Dunai, Balint.

Artilheiros:
Deyna (Polônia) 9,
A.Dunai (Hungria) 7,
Blokhin (URSS) 6,
Gadocha (Polônia) 6,
Straich (Al.Oriental) 6
Nikkel (Alemanha Ocid.) 6

Vemos, que 45 anos depois, que se decidiu em continuar os Jogos, mesmo com o Massacre aos desportistas Israelenses, mantendo provavelmente o interesse dos investidores, dos governos e da tv, e no final os 4 países que viviam sob regime comunista levando as medalhas. Um triste retrato de uma época que somente quase 20 anos depois iria se desmantelar. E quanto isso, o futebol de hoje diz tudo.

Post Anterior
Eliminatórias para a Copa da Rússia, mais classificados
Próximo Post
Grandes clássicos do futebol brasileiro 2

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.