InícioCompetiçõesA temporada argentina 2019/2020 com Boca Juniors campeão.

A temporada argentina 2019/2020 com Boca Juniors campeão.

Campeonato Argentino 2019/2020
O desfecho das rodadas finais do campeonato argentino fez a torcida do River Plate rever um filme recentemente desagradável. Se na decisão da Libertadores, levar 2 gols nos minutos finais impediu o título, nas duas rodadas finais do campeonato nacional, dois empates do River e duas vitórias do Boca deram o título ao time de “La Bombonera”. Triste sina em poucos meses.

2020 campeão Boca
O título do Boca poderia ser improvável desde a 17ª.rodada, quando o River abria 3 pontos e assim permanecia até a rodada 21ª. Na rodada 22, o Boca goleava o Colon por 4×0 fora de casa enquanto diante de sua torcida, o River apenas empatava com o Defensa em 1×1. Apenas 1 ponto separavam os rivais para a última rodada. O River foi enfrentar o Atlético Tucuman e virava para o 2º,tempo no 1×1 que seria o resultado do jogo. O Boca não conseguir marcar até aos 72 quanto Carlos Tevez fazia o gol que daria a vitória, e todos ali ligados na partida do rival. Ao final, o Boca campeão argentino pela 35ª. vez, ainda atrás do River com 38 conquistas.

Calendário no país
Não somente na Argentina como nos outros países Latinos, desde o início dos anos 1990, o calendário dos campeonatos nacionais seguia o padrão Europa com a temporada começando no 2º.semestre do ano e terminando no ano seguinte. Daí criaram o Torneio Apertura e Torneio Clausura, fazendo uma transição quando saíamos de um ano para o outro.
Na temporada 2013/2014, com San Lorenzo vencendo o Apertura e o River Plate o Clausura, decidiram o campeonato argentino em confronto único. Neste 2º.semestre de 2014, a Federação de Futebol da Argentina mudava o sistema de disputa, e até dezembro um campeonato de 20 clubes em 19 rodadas seria realizado, com o Racing campeão.
Em 2015 o campeonato aconteceu entre fevereiro e novembro com 30 clubes que jogaram 30 rodadas e o Boca Juniors campeão. Mas em 2016, com 30 clubes divididos em 2 grupos, jogaram de fevereiro a maio com o Lanus campeão. Retornava com as temporadas de um ano para o outro. Então desde 2017, são 4 disputadas com 30 clubes em 2017 e 24 clubes agora em 2019/2020, jogando apenas um turno com até as 23 rodadas desta último edição.
Parece que tudo isso é coisa de país Sul-Americano, que não consegue ter um campeonato de um ano para o outro (aqui no Brasil tem sido há 18 anos de maio a dezembro), e ficam mudando de tempos em tempos.

River Plate nos últimos anos
A perda do título nas duas últimas rodadas não pode servir de cenário para os últimos anos do River Plate, afinal não conquista o título argentino desde 2014, mas acumulou duas Libertadores (2015 e 2018), a Copa Sul-Americana (2014), as RECOPAS (2015, 2016 e 2019) e decisão do título mundial da FIFA de 2015 contra o Barcelona.

Histórico recente do futebol argentino
Entre 1893 e 1934 o futebol teve 3 ligas diferentes, passando do período amador para o profissional em 1931. Os maiores campeões eram o Boca Juniors e Racing, ambos com 8 títulos. No período seguinte entre 1935 e 1966, um campeonato nacional, e com os maiores campeões desta forma: Boca Juniors (16), Racing (15), River Plate (13) e Independiente (7).
Nos 20 anos a frente, entre 1967 e 1985, dois campeonatos eram disputados, o Metropolitano e o Nacional, e já entre 1982 e 1986 na forma de disputa de um semestre para o outro, passando de um ano para o ano seguinte, os primórdios para os torneios Apertura e Clausura que iram acontecer entre 1991 e 2014. Em 1990, Boca e River estavam com 22 conquistas cada, e também os rivais Racing e Independiente ambos com 15 títulos.

Participantes e próxima temporada.
Quando este temporada começou em 2019, estava previsto que os 4 últimos seriam rebaixados, alterando para 3 clubes logo depois. Na antepenúltima rodada, agora no início de março/2020, dois caem direto e o 3º, clube melhor destes faz play-off com time da Divisão B.
Então para 2020/2021, vão subir 2 clubes para então chegar ao número de 22 clubes participantes. Não se sabe se manterá o sistema de turno único, que neste caso em 21 rodadas, e podemos considerar um número de rodadas, bom para um calendário espaçado, porém pouco por questões comerciais. Pode haver alguma alteração e trazer o turno e returno novamente.

Classificação Final em 2019/2020
Boca Juniors (48), River Plate (47), Velez Sarsfield (39), Racing (39), Argentinos Jrs. (39), Defensa (36), Lanus (36), San Lorenzo (36), Rosario Central (36), Newells Old Boys (35), Arsenal (34), Talleres (34), Estudiantes (30), Independiente (29), Atlético Tucuman (29), Union (27), Banfield (26), Central Córdoba (26), Gimnasia Esgrima (23), Patronato (23), Huracan (22), Aldosivi (22), Colon (18) e Godoy Cruz (18).

Principais Artilheiros
Santos Borré (River Plate) 12, Silvio Romero (Independiente) 12, José Sand (Lanus) 10, Carlos Tevez (Boca Juniors) 9, Nahuel Bustos (Talleres) 9 e Cristian Tarragona (Patronato) 9

FOTO: superesportes.com

Post Anterior
Atualizando os Estaduais 2020 até o momento.
Próximo Post
Conjunto de confrontos, grandes clubes contra times do RGNorte e Paraíba, parte 7a.

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.