InícioAtualidadesBrasileiro da 2a.divisão 2018, campeão, números e clubes que subiram

Brasileiro da 2a.divisão 2018, campeão, números e clubes que subiram

Campeonato Brasileiro da 2ª.divisão 2018.
Entre 1971 e 2018 já se passaram 47 anos, mas na prática são 38 edições da Segundona do futebol brasileiro. Entre 1973 e 1979 não foi disputada, assim como também em 1993. Mas em 1986 e 1987, além de 2000, a disputa foi no sistema de grupos/módulos, que tiveram vencedores e/ou classificados, não ficando claro que teriam sido campeões.
Em termos de sistema de disputa, em 1971 e 1972, as primeiras edições, com poucos participantes e sistema eliminatório. Entre 1980 e 1985, os critérios para participar viam de um Ranking da CBF, que também definia os participantes da Taça de Ouro, a 1ª.divisão.
Em 1986 o que aconteceu foi a formação de 4 grupos que ficou denominado de Torneio Paralelo, e seus vencedores foram para fase adiante da 1ª.divisão. em 1987, os clubes divididos em 4 módulos, sendo então considerado que os Módulos Branco e Azul equivaliam a 2ª.divisão e cada um teve seu vencedor.
A partir de 1988, há 30 anos, é que temos o campeonato brasileiro da 2ª.divisão, determinando acessos e descenso a cada ano, por mais que a quantidade e modelo de disputa se alterassem. Mas em 1993, determinou-se a disputa de grupos regionais para a definição de vagas para a edição de 1994, sem muito sentido, já que vinha sendo disputado com acesso e descenso.
Novamente em 2000, com a Copa João Havelange, dois módulos ficaram como sendo a 2ª.divisão, com clubes que no mesmo torneio foram para uma Fase Final, e também havendo a definição de vencedor destes módulos.
Entre 2001 e 2005, um sistema de confronto entre todos e fases decisivas. A partir de 2006, sempre 20 clubes no sistema de pontos corridos.
Independente de todas estas variações ao longo tempo, podemos considerar que já temos a 2ª.divisão muito bem definida há décadas.
Quando falamos dos time mais tradicionais do País, vimos que alguns deles já foram campeões da 1ª.divisão e da 2ª.divisão, nesta ordem, o Guarani-SP, Sport-PE, Atlético-PR, Palmeiras-SP, Grêmio-RS, Atlético-MG, Coritiba-PR, Corinthians-SP, Vasco-RJ e Botafogo-RJ, porém com o detalhe do Coritiba-PR ter conquistado a 2ª.divisão duas vezes e seu rival o Atlético-PR primeiro ter sido campeão da 2ª.divisão antes de conquistar a 1ª.divisão.
Dois outros grandes, Fluminense-RJ e Internacional-RS disputaram a 2ª.divisão, mas não alcançaram o título. O tricolor carioca, em 1998, cairia para a 3ª.divisão, e em 2001, retornava direto para a 1ª.divisão, quando deveria ter disputado a 2ª.divisão. O Internacional jogou em 2017, e retornou entre os 4 primeiros colocados. Com o Vasco isso também aconteceu em 2014 e 2016, mas já havia sido campeão em 2009.

CAMPEONATO BRASILEIRO – 2ª.divisão
1971 Vila Nova-MG (1) – Remo-PA (-)
1972 Sampaio Corrêa-MA (1) – Campinense-PB (-)
1973 – não disputado.
1974 – não disputado.
1975 – não disputado.
1976 – não disputado.
1977 – não disputado.
1978 – não disputado.
1979 – não disputado.
Taça de Prata
1980 Londrina-PR (1) – CSA-AL (-)
1981 Guarani-SP (1) – Anapolina-GO (-)
1982 Campo Grande-RJ (1) – CSA-AL (-)
1983 Juventus-SP (1) – CSA-AL (-)
Taça CBF
1984 Uberlândia-MG (1) – Remo-PA (-)
Taça de Prata
1985 Tuna Luso-PA (1) – Goytacaz-RJ (-)
Torneio Paralelo
1986 Treze-PB / Central-PE / Inter Limeira-SP / Criciúma-SC
Copa União – Módulo Azul / Branco
1987 Americano-RJ (1) e Operário-MS (1)
CAMPEONATO BRASILEIRO – 2a.divisão
1988 Inter Limeira-SP (1) – Náutico-PE (-)
1989 Bragantino-SP (1) – São José-SP (-)
1990 Sport-PE (1) – Atlético-PR (-)
1991 Paysandu-PA (1) – Guarani-SP (1)
1992 Paraná-PR (1) – Vitória-BA (-)
1993 – não disputado
1994 Juventude-RS (1) – Goiás-GO (-)
1995 Atlético-PR (1) – Coritiba-PR (-)
1996 União São João-SP (1) – América-RN (-)
1997 América-MG (1) – Ponte Preta-SP (-)
1998 Gama-DF (1) – Botafogo-SP (-)
1999 Goiás-GO (1) – Santa Cruz-PE (-)
Copa JH – Módulo Amarelo
2000 Paraná-PR (2) – São Caetano-SP (-)
CAMPEONATO BRASILEIRO – 2a.divisão
2001 Paysandu-PA (2) – Figueirense-SC (-)
2002 Criciúma-SC (1) – Fortaleza-CE (-)
2003 Palmeiras-SP (1) – Botafogo-RJ (-)
2004 Brasiliense-DF (1) – Fortaleza-CE (-)
2005 Grêmio-RS (1) – Santa Cruz-PE (-)
CAMPEONATO BRASILEIRO – Pontos Corridos
2006 Atlético-MG (1) – Sport-PE (1)
2007 Coritiba-PR (1) – Ipatinga-MG (-)
2008 Corinthians-SP (1) – Santo André-SP (-)
2009 Vasco-RJ (1) – Guarani-SP (1)
2010 Coritiba-PR (2) – Figueirense-SC (-)
2011 Port.Desportos-SP (1) – Náutico-PE (-)
2012 Goiás-GO (2) – Criciúma-SC (1)
2013 Palmeiras-SP (2) – Chapecoense-SC (-)
2014 Joinville-SC (1) – Ponte Preta-SP (-)
2015 Botafogo-RJ (1) – Santa Cruz-PE (-)
2016 Atlético-GO (1) – Avaí-SC (-)
2017 América-MG (2) – Internacional-RS (-)
2018 Fortaleza (1) – CSA (-)

Goiás-GO (2), América-MG (2), Coritiba-PR (2), Palmeiras-SP (2), Paraná-PR (2), Paysandu-PA (2), Villa Nova-MG (1), Sampaio Corrêa-MA (1), Londrina-PR (1), Guarani-SP (1), Campo Grande-RJ (1), Juventus-SP (1), Uberlândia-MG (1), Tuna Luso-PA (1), Inter Limeira-SP (1), Bragantino-SP (1), Sport-PE (1), Juventude-RS (1), Atlético-PR (1), União São João-SP (1), Gama-DF (1), Criciúma-SC (1), Brasiliense-DF (1), Grêmio-RS (1), Atlético-MG (1), Corinthians-SP (1), Vasco-RJ (1), Port.Desportos-SP (1), Joinville-SC (1), Botafogo-RJ (1), Atlético-GO (1) e Fortaleza-CE (1).
OBS: não foram computadas as conquistas de 1986 e 1987.

DESDE 1988 – ACESSO PARA A 1ª.DIVISÃO
1988 Inter Limeira-SP (1) – Náutico-PE (-)
1989 Bragantino-SP (1) – São José-SP (-)
1990 Sport-PE (1) – Atlético-PR (-)
1991 Paysandu-PA (1) – Guarani-SP (1)
1992 Paraná-PR (1) – Vitória-BA (-)
1993 – não disputado
1994 Juventude-RS (1) – Goiás-GO (-)
1995 Atlético-PR (1) – Coritiba-PR (-)
1996 União São João-SP (1) – América-RN (-)
1997 América-MG (1) – Ponte Preta-SP (-)
1998 Gama-DF (1) – Botafogo-SP (-)
1999 Goiás-GO (1) – Santa Cruz-PE (-)
2000 Paraná-PR (2) – São Caetano-SP (-) – Botafogo-SP (-) – Goiás-GO (1) – Santa Cruz-PE (-) – Bahia-BA (-) – América-MG (1) – Fluminense-RJ (-)
2001 Paysandu-PA (2) – Figueirense-SC (-)
2002 Criciúma-SC (1) – Fortaleza-CE (-)
2003 Palmeiras-SP (1) – Botafogo-RJ (-)
2004 Brasiliense-DF (1) – Fortaleza-CE (-)
2005 Grêmio-RS (1) – Santa Cruz-PE (-)

PONTOS CORRIDOS – ACESSO PARA A 1ª.DIVISÃO
2006 – Atlético-MG – Sport-PE – Náutico-PE – América-RN
2007 – Coritiba-PR – Ipatinga-MG – Port.Desportos-SP – Vitória-BA
2008 – Corinthians-SP – Santo André-SP – Avaí-SC – Grêmio Barueri-SP
2009 – Vasco-RJ – Guarani-SP – Ceará-CE – Atlético-GO
2010 – Coritiba-PR – Figueirense-SC – Bahia-BA – América-MG
2011 – Port.Desportos-SP – Náutico-PE – Ponte Preta-SP – Sport-PE
2012 – Goiás-GO – Criciúma-SC – Atlético-PR – Vitória-BA
2013 – Palmeiras-SP – Chapecoense-SC – Sport-PE – Figueirense-SC
2014 – Joinville-SC – Ponte Preta-SP – Vasco-RJ – Avaí-SC
2015 – Botafogo-RJ – Santa Cruz-PE – Vitória-BA – América-MG
2016 – Atlético-GO – Avaí-SC – Vasco-RJ – Bahia-BA
2017 – América-MG – Internacional-RS – Ceará-CE – Paraná-PR
2018 – Fortaleza-CE – CSA-AL – Avaí-SC – Goiás-GO

E considerando as questões de colocações e acessos para a 1ª.divisão, destacamos o atual campeão Fortaleza, que anteriormente em 2002 (partidas decisivas) e 2004 (quadrangular) tinha sido vice, e agora o também o CSA (que garantiu o inédito 3 acessos da CB4, CB3 e CB2) que já havia sido vice em 1980, 1982 e 1983, em 3 decisões.
Entre 1988 e 2005, subiam apenas 2 clubes, e neste período, em 1989 (dois times paulistas) e em 1995, dois times paranaenses, e da mesma cidade, a capital Curitiba.
A partir de 2006, sempre subindo 4 clubes, o 4º.acesso do Avaí-SC (2008-2014-2016-2018), o acesso de Sport-PE e Náutico-PE, ambos da capital pernambucana; Avaí-SC e Vasco-RJ que subiram juntos em 2014 e 2016; os 3 clubes paulistas subindo em 2008 – Corinthians-SP, Santo André-SP e Grêmio Barueri-SP;
Para 2019, 8 novos clubes estarão na 2ª.divisão, para juntamente com os 12 remanescentes brigarem por 38 rodadas em busca das vagas para a elite nacional.

Post Anterior
Jogos de clubes na data de seu aniversário.
Próximo Post
Confrontos intensos de clubes brasileiros na história

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.