InícioClubesClubes paulistas que já incomodaram muito…. Inter Limeira, Bragantino e São Caetano

Clubes paulistas que já incomodaram muito…. Inter Limeira, Bragantino e São Caetano

Clubes Paulistas que já incomodaram muito.
De tempos em tempos acontecem coisas no futebol, que depois merecem ser relembradas. Aqui no caso clubes que em determinados períodos se destacaram em competições e até mesmo chegaram a confrontar clubes de mais tradição. Estaremos falando de campeonatos brasileiros e as participações de 3 clubes paulistas, ao longo da história, que causaram surpresas e até certos tabus. A Inter Limeira, campeã paulista de 1986, depois o Bragantino, que também conquistou o campeonato paulista e chegou ao vice campeonato nacional, e já na virada dos anos 2000, o São Caetano, que viria a ser campeão estadual em 2004, vice da Libertadores em 2002, e anteriormente dois vices do campeonato brasileiro.
E o que eles causaram, vamos ver agora. Neste ano de 2017, a Inter Limeira ficou com o vice-campeonato da Série A3 e subiu para a Série A2. Já Bragantino x São Caetano (este campeão) decidiram a Série A2 e foram para a elite do futebol paulista em 2018.

INTER LIMEIRA
Fundada em 1913, o clube participava das competições locais durantes algumas décadas. Em 1878, o clube conquista a Divisão Intermediária Paulista (2ª.divisão) e garante acesso para a elite do futebol paulista. Neste mesmo ano participa da 1ª.divisão do campeonato brasileiro, na segunda fase. Mas duas participações em 1981 e 1982, em ambas jogando até a segunda fase. Ficou um intervalo ausente, e retornava em 1986 (através do Torneio Paralelo), quando realizou sua melhor campanha, chegando até as Oitavas, em 1989 (como campeão da 2ª.divisão nacional de 1988) e 1990, sua última participação. Ao todo foram 6 participações entre 1979 e 1990, com 91 partidas disputadas, 25 vitórias, 30 empates e 36 derrotas.

1978 – campeão da Divisão Intermediária Paulista.
1979 – primeira participação na elite do campeonato paulista.
1979 – 1ª,participação no campeonato brasileiro da 1ª.divisão.
1986 – campeão paulista – 1º.clube do interior a ser campeão.
1986 – classificado pelo Torneio Paralelo para a 1ª.divisão do campeonato brasileiro.
1988 – campeão da 2ª.divisão do campeonato brasileiro
1989-1990 – participações na 1ª.divisão do brasileiro.

Confrontos contra os grandes clubes do país
Contra Corinthians/Palmeiras/Santos/São Paulo – 14 jogos – 2 vitórias – 4 empates – 8 derrotas
Contra Botafogo/Flamengo/Fluminense/Vasco – 11 jogos – 4 vitórias – 3 empates – 4 derrotas
Contra Atlético-MG/Cruzeiro/Grêmio/Internacional – 14 jogos – 2 vitórias – 2 empates – 10 derrotas
(*) das 22 derrotas contra estes times, 9 delas ocorreram em 1990, quando o clube foi rebaixado.

BRAGANTINO
Fundado em 1928, somente em 1949 o clube participaria da 2ª.divisão estadual (equivalente a 3ª.divisão á época). Chega à principal divisão paulista em 1966, quando permaneceria por somente aquele ano. Já durante os anos 1980, o clube, comandado por dirigentes da família Abi Chedid (empresários da cidade de Bragança Paulista) e também atuantes na CBF, o clube com estes investimentos tem uma subida de divisões, chegando à 1ª.divisão paulista em 1989 (com o título da Intermediária em 1988) e conquistando o título paulista na decisão conhecida á época como “caipira” no confronto com outra equipe do interior, o Novorizontino. Conquista também a 2ª.divisão do campeonato brasileiro e vai para a principal divisão nacional em 1990, quando chega até as oitavas. No ano seguinte, vai a decisão do campeonato brasileiro contra o São Paulo e fica com o vice-campeonato. Ficaria pela 1ª.divisão nos anos seguintes. Em 1996 fica na última colocação e rebaixado, mas permanece nos anos seguintes. Em 1998 é realmente rebaixado, e terminaria sua trajetória de boas participações durante esta década.

1988 – campeão da divisão intermediária paulista.
1989 – campeão da 2ª.divisão do campeonato brasileiro.
1990 – campeão paulista da 1ª.divisão
1992-1993-1995 – participa da Copa Conmebol.
1996 – o clube cai para a Série A2 do campeonato paulista.
1998 – o clube é rebaixado no campeonato brasileiro para a 2ª.divisão

Confrontos contra os grandes clubes do país
Contra Corinthians/Palmeiras/Santos/São Paulo – 40 jogos – 10 vitórias – 14 empates – 16 derrotas
Contra Botafogo/Flamengo/Fluminense/Vasco – 37 jogos – 13 vitórias – 13 empates – 11 derrotas
Contra Atlético-MG/Cruzeiro/Grêmio/Internacional – 39 jogos – 12 vitórias – 16 empates – 11 derrotas
(*) considerando as últimas participações que o rebaixaram (mais derrotas), o índice de vitórias/empates foi bem relevante.
Em 9 participações na 1ª.divisão foram 203 jogos, 67 vitórias, 67 empates e 69 derrotas (39 delas em 96/97/98).

SÃO CAETANO
O mais novo dos três clubes, a equipe de São Caetano do Sul também teve uma ascensão rápida. Saiu da 2ª.divisão logo em sua primeira participação e passou pela 1ª.divisão. Nos anos seguintes ficou nas divisões inferiores do futebol paulista. Em 1998, conseguiu uma vaga na 3ª.divisçao do campeonato brasileiro, garantindo acesso no Quadrangular Final. No ano seguinte na 2ª.divisão nacional e em 2000 disputando a Copa João Havelange que substituída o campeonato brasileiro. Chegaria a decisão contra o Vasco e ficava com o vice-campeonato. Ficou na 1ª.divisão do brasileiro até 2006. Participou da Taça Libertadores por 3 vezes, tendo sido vice em 2002.

1991 – campeão da 2ª.divisão paulista.
1998 – campeão da série A3 do campeonato paulista.
1998 – participa da 3ª.divisão do campeonato brasileiro.
1999 – participa da 2ª.divisão do campeonato brasileiro.
2000 – campeão da série A2 do campeonato paulista.
2000 – vice-campeão da Copa João Havelange.
2001 – participa pela 1ª.vez da Taça Libertadores.
2001 – vice-campeão brasileiro.
2002 – vice-campeão da Taça Libertadores.
2003/2004 – participa da Copa Sul-Americana.
2004 – campeão da série A1 do campeonato paulista.
2004 – participa pela 3ª.vez da Taça Libertadores indo até as Quartas de Finais.
2006 – última participação na 1ª.divisão (a 4ª.edição de pontos corridos).

Confrontos contra os grandes clubes do país
Contra Corinthians/Palmeiras/Santos/São Paulo – 40 jogos – 17 vitórias – 8 empates – 15 derrotas
Contra Botafogo/Flamengo/Fluminense/Vasco – 44 jogos – 15 vitórias – 12 empates – 17 derrotas
Contra Atlético-MG/Cruzeiro/Grêmio/Internacional – 38 jogos – 17 vitórias – 10 empates – 11 derrotas
(*) considerando as últimas participações que o rebaixaram (mais derrotas), o índice de vitórias/empates foi bem relevante.
Em 7 participações na 1ª.divisão foram 238 jogos, 103 vitórias, 53 empates e 82 derrotas (37 delas em 2005/2006).

Post Anterior
Como estão as Eliminatórias para a Copa
Próximo Post
45 anos da Taça Independência, Brasil campeão em 1972.

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.