InícioAtualidadesComeçaram os campeonatos estaduais 2018

Começaram os campeonatos estaduais 2018

Campeonatos Estaduais 2018
Depois do nosso Especial sobre “Campeonatos Estaduais de 2017”, na conta de 115 anos de competições no País, o que falar das edições de 2018 !!!!
Muitos por aí não mais se interessam pelos Estaduais, e convenhamos que os muitos dirigentes de Federações pelas regiões do Brasil não entendem nada de futebol. E/ou são tão focados na politicagem de Federações que inventam coisas fora da realidade.
Na verdade, a realidade do nosso futebol, em termos das competições, é o que sempre temos nos posicionado com relação ao calendário.
Numa época de verão e muito da população em período de férias e se movimentando pelo país, é que nesta semana estão começando nossos Estaduais, praticamente em 23 estados do Brasil. São centenas de clubes participantes e milhares de jogadores e outros profissionais.
Pois então vamos lá, para o que vai acontecer. De agora até o mês de maio, o futebol vai rolar por aí.

Região Sul e Sudeste
Em São Paulo serão 16 clubes em fase de grupos para depois as fases eliminatórias. No Rio de Janeiro começou com 6 times e agora vão 12 disputar por dois turnos. Já no Rio Grande do Sul e Minas Gerais teremos turnos simples em 11 rodadas, para então seguir com o mata-mata. Também isso ocorrerá no Espírito Santo. Mas em Santa Catarina serão dois turnos distintos para ter uma decisão entre os vencedores. E a volta do Hercílio Luz, depois de 22 anos. No Paraná, 12 clubes divididos em 2 grupos, e definição em fases eliminatórias.
Alguns grupos clubes, principalmente em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, ainda não estão com seus elencos fechados, ainda tentando negociações, e também sem o devido preparo físico e técnico de início de temporada.
Seria sugestivo que nossa temporada de futebol devesse ter mais tempo de preparo (já com os elencos mais definidos) e um olhar para o ano todo, em termos de competições estaduais, regionais e nacionais.
Fica claro que muitos dos clubes mais importantes vão dar mais atenção a Taça Libertadores / Copa Sul-Americana neste início de ano, para a partir de maio (com a interrupção para a Copa do Mundo – êpa, que calendário é esse que deixa isso acontecer há 15 anos ?), e dar mais importância as divisões do Brasileiro.

Região Centro-Oeste
Região com Estados com grande extensão territorial, apenas 4 campeonatos, e muitas dificuldades de seus clubes com relação ao ano de 2018.
Em Goiás, o trio Atlético-Goiás-Vila Nova são os favoritos para o título. Jogarão 14 rodadas para então chegarem as semifinais e decisão. No Mato Grosso, uma baixa em relação à conclusão da 1ª.divisão de 2017, quando posteriormente o Operário-VG seria punido com a perda de 6 pontos e o rebaixamento, e por coincidência favorecendo o Operário-FC (lá tem um histórico de Operários desde 1994), que permanece na principal divisão. Serão 10 clubes jogando entre na primeira fase.
No Mato Grosso do Sul, com duas desistências (Naviraiense e Nova Andradina) e com o retorno do Operário-Dourados, depois de 15 anos. Operário da capital está há 20 na fila de títulos, e ainda é p maior campeão desde 1979, com a criação do Estado, com 10 conquistas, uma a mais do que o rival Comercial. Buscam a hegemonia no campeonato estadual, perdida já há tempos.
E fechando na região o campeonato brasiliense, com 12 times que jogarão 11 rodadas para irem as fases eliminatórias até a decisão. O Brasiliense retomou com sua 9ª. conquista em 15 anos de existência, agora por 2 títulos para alcançar o Gama, e deixando o Brasília pra trás com 8 taças, este que acabou sendo rebaixado. Outros dois clubes, Ceilândia e Luziânia tem realizados boas campanhas nos últimos anos.

Região Nordeste
Muito futebol em 9 Estados. Destaque para a Bahia com sua primeira fase com 10 participantes, e daí as fases eliminatórias; em Pernambuco, com o 1º.turno com 10 clubes jogando entre si, já com o trio Sport-Náutico-Santa Cruz, que nos últimos anos jogavam a Fase Final; e no Ceará, com o treinador do “vovô cearense” o ex-goleiro Rogério Ceni, e sua rivalidade com o Fortaleza, apesar de o simpático Ferroviário ter chegado na decisão contra o Ceará em 2017.
Em Alagoas, Sergipe e Paraíba, cada um com seu regulamento, sendo Turno Único, Primeira Fase ou Fase de Grupos, os favoritos são sempre os mesmos, com CSA-CRB, Confiança-Sergipe, e Botafogo-Campinense-Treze.
Mais ao norte, no Rio Grande do Norte com ABC-América disputando dois turnos, lembrando que o tradicional Alecrim foi para a 2ª.divisão. No Piauí, turno/returno entre os 6 participantes e daí semifinais/decisão. Os rivais River-Flamengo disputam com a competência de Altos-Parnaíba. E lá no Maranhão, Sampaio-Moto e também o Maranhão na luta pelo título. O Imperatriz foi campeão em 2015 e ano passado o Cordino chegou na decisão.

Região Norte
Com 7 Estados, sendo Pará e Amazonas os mais antigos e com clubes como Paysandu-Remo e Nacional-Fast Clube. No Pará será a mesma briga entre os rivais. A Tuna Luso está na 2ª.divisão já há alguns anos. Os 10 clubes jogaram a primeira fase em dois grupos e dai semifinais/decisão. No Amazonas, 8 clubes fazem dois turnos em grupos e decisões de fases. Uma decisão final.
Os outros 5 Estados tem o futebol com mais dificuldades do país. No Acre, o Atlético é o atual bicampeão contra o maior campeão Rio Branco. Jogarão 8 times em dois turnos, divididos em grupos e decisões, até a decisão do campeonato. Em Rondônia, também 8 clubes em dois turnos, jogando entre si, e semifinais/decisão do campeonato. Também 8 times, no Tocantins, todos em turno/returno e semifinal/decisão.
Ainda não temos informações sobre o estadual do Amapá e de Roraima.

Post Anterior
Copa São Paulo de Jrs - Oitavas de Finais
Próximo Post
Grandes Clássicos no Futebol Europeu - parte 1

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.