InícioAtualidadesComo estarão os Artilheiros na Copa do Mundo

Como estarão os Artilheiros na Copa do Mundo

Artilheiros na Europa – Na Copa do Mundo
A cada 4 anos o relógio anda e a expectativa de gols na Copa do Mundo fica acirrada, principalmente por aqueles que foram os artilheiros na última temporada.
Então vamos aqui dar uma noção de como estão os possíveis artilheiros.
O critério adotado para contabilizar os gols foi da temporada seguinte após a Copa do Mundo de 2014, ou seja, a partir da temporada 2014-2015, principalmente no Futebol Europeu, até a temporada 2017-2018 que acaba de encerrar agora em maio/2018

EXPECTATIVAS
Na Copa de 2014, Cristiano Ronaldo e Messi foram com o status de grandes artilheiros, o português ficava na limitação de sua seleção enquanto o argentino chegaria a decisão – derrotado pela Alemanha – mas eleito o craque da Copa, e não demonstrando muita empolgação pelo prêmio.
Destaque mesmo ficou com o autor do gol do título alemão, Mario Gotze, jovem aos 22 anos, mas nesta copa nem estará presente. Outro que se destacou foi James Rodriguez da Colômbia, o artilheiro com 6 gols. Já outros dois alemães também contabilizaram números, Miraslov Klose que alcançava a marca de 16 gols em copas, tornando-se o maior artilheiro, e o jovem Thomas Muller, aos 24 anos, já com 10 gols em copas, podendo em 2018 até chegar próximo do compatriota.
Então o que esperar na Rússia.

Os maiores goleadores 2015-2018
Em campeonatos nacionais, 6 jogadores superaram os 100 gols, Messi (140), Cristiano Ronaldo (134), Luis Suarez (110), Lewandovski (106), Harry Kane (105) e Cavani (100). Outros 5 atacantes chegaram próximo da marca, com o brasileiro Jonas do Benfica com 99 gols, Aubameang esta temporada no Arsenal com 95 gols, Higuain da Juventus com 94 gols, e dois argentinos, Sergio Aguero do Manchester City e Mauro Icardi da Internazionale, ambos om 91 gols.

Copas Europeias
Acrescentando os gols marcados nas copas europeias, Cristiano Ronaldo ultrapassa o Messi, ficando com 187 gols e o argentino com 173 gols. O polonês Lewandovski vai para 134 gols, seguido dos uruguaios Suarez e Cavani ambos com 125 gols, e mais ainda o inglês Harry Kane com 117 gols e o gabonês Aubameyang com 114 gols.
O brasileiro Neymar também supera os 100 gols ao chegar aos 111 gols, somando os gols da Champions, e considerando que ficara 3 meses parado em função da contusão no pé direito, poderia até ficar apenas atrás do Messi e do Cristiano Ronaldo.
Três jovens atacantes estão indo para a Copa, com poucos gols no geral, por estarem disputando no máximo as 3 últimas temporadas, o inglês Delli Alli com 37 gols, o brasileiro Gabriel Jesus com 36 gols e o francês Mbappe com 28 gols.

SELEÇÕES
Na sequência vamos ver por seleção, os principais destaques das últimas temporadas, e para acompanhar na Copa o desempenho em gols.

BELGICA
Romelu Lukaku (69), Eden Hazard (47) e Kevin De Bruyne (31).
ESPANHA
Aritz Aduriz (63), Diego Costa (55), Alvaro Morata (41), David Silva (27) e Fernando Torres (27).
ALEMANHA
Thomas Muller (47) e Mario Gotze (15)
FRANÇA
Alexandre Lacazette (90), Antonie Griezmann (79), Karin Benzema (74), Olivier Giroud (54), Mbappe (28).
PORTUGAL
Cristiano Ronaldo (187).
ARGENTINA
Lionel Messi (173), Gonzalo Higuain (111), Sergio Aguero (106), Mauro Icardi (91), Paulo Dybala (65) e Di Maria (30).
BRASIL
Neymar (111), Jonas (99), Roberto Firmino (53), Phillipi Coutinho (46), Gabriel Jesus (40) e Douglas Costa (16).
INGLATERRA
Harry Kane (117), Jamie Vardy (62), Raheem Sterling (38), Delli Alli (37),
ITÁLIA
Ciro Immobille (60), Andrea Belotti (58) e Lorenzo Ensigne (40).
URUGUAI
Luiz Suarez (125) e Edison Cavani (125).
COLÔMBIA
Radamel Falcão (44) e James Rodriguez (35).
CROÁCIA
Mauro Mandzukic (34), Ivan Perisic (34)

OUTROS
Robert Lewandovski (134), Aubameyang (114), Zlatan Ibrahimovic (74), Edin Dzeko (73), Mohamed Sallah (67) e Christian Eriksen (37).

É isso galera, numa Copa do Mundo, a artilharia é para poucos, pois além da campanha de sua seleção, cada jogador tem que ser muito decisivo, não perdendo oportunidades de marcar.
E lembrando que alguns destes jogadores relacionados não estarão na Copa, como o caso dos italianos Immobile, Belloti e Ensigne, o alemão Mario Gotze, o sueco Ibrahimovic, o bósnio Edin Dzeko e outros que foram maiores artilheiros de seus países e também ficaram de fora, os espanhóis Aritz Aduriz e Alvaro Morata, os alemães Sané, revelação da temporada e Mario Gotze autor do gol do título em 2014 e o francês Lacazette. E também o argentino Mauro Icardi da Internazionale, o brasileiro Jonas do Benfica, e mais o gabonês Aubameyang.

Post Anterior
Especial História das Copas, capítulo 5/10.
Próximo Post
História AGORA - "Informativo em Revista" - Edição 12.

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.