InícioAtualidadesCopa das Confederações: Alemanha x Chile na decisão.

Copa das Confederações: Alemanha x Chile na decisão.

COPA DAS CONFEDERAÇÕES
A Edição de 2018 chega aos seus jogos finais, com a disputa da 3ª.colocação entre México x Portugal, em que o craque Cristiano Ronaldo não estará presente, por ter sido liberado pelo nascimento de seus filhos. Na final, Alemanha (atual campeã do mundo em 2014) e Chile (bicampeão sul-americano em 2015 e 2016).
Será um campeão inédito, a Alemanha em sua 3ª.participação e o Chile estreante nesta edição.
Por esta competição o Brasil já enfrentou a Alemanha por duas vezes, em 1999 vencendo por 4×0 e em 2005, pelas semifinais, vencendo por 3×2, este confronto jogado na Alemanha que sediava a competição. Nunca enfrentou o Chile e nem Portugal, dentre os finalistas. Já com o México, foram 4 confrontos, com duas vitórias e duas derrotas.
Em campo, foi muito interessante a participação da jovem seleção Alemã (que terá um bom grupo de jogadores para os próximos anos) e também a seleção chilena, que vive o melhor momento de sua história, com os títulos da Copa América, que deve ir para sua 10ª.copa do mundo, a 3ª.consecutiva. Assim, podemos dizer, que fica pra trás toda aquela confusão nas eliminatórias de 1989, no Maracanã, no caso do goleiro chileno (que jogava aqui no São Paulo), e que suspendeu a seleção chilena por 4 anos das competições mundiais.
Deve ser um grande jogo, provavelmente não com aquele clima de 2013, quando o Brasil venceu a Espanha no Maracanã, diante da torcida ecoando o hino nacional.
Por sinal, antes do torneio deste ano na Rússia, havia uma expectativa com relação aos estádios cheios. A FIFA se diz satisfeita, e para a Copa no ano quem, sim todos estarão lotados.
A decisão ocorre neste domingo, as 15 horas de Brasília.

HISTÓRIA
Surgiu em 1985, a primeira disputa entre os campeões da Europa e América do Sul, também conhecido com Taça Artemio Franchi Trophy. Também em 1989 e 1998, duas disputas foram realizadas, porém consideradas amistosas. Ainda em 1992 e 1995, patrocinada na Arábia Saudita, outros dois Torneios foram realizados, considerados não oficiais pela FIFA. A partir de 1997, a Copa das Confederações foi instituída pela FIFA, inicialmente disputada a cada 2 anos. Em 2005, foi definido que a Copa sempre seria disputada no ano anterior a Copa do Mundo (em 2001 havia sido disputada no Japão / Coréia do Sul), no país sede escolhido, como forma de avaliar todas as condições de infraestrutura e as expectativas das cidades envolvidas.
O critério de participação considera as 6 seleções campeãs de cada continente (Europa, América do Sul, América Central e do Norte, África, Ásia e Oceania) além do país sede (que é o mesmo da Copa do Mundo no ano seguinte) e o último campeão mundial.

BATE BOLA
Nas 10 edições, 33 seleções diferentes participaram do Torneio.
Nas duas primeiras edições, extra-oficiais, 4 seleções diferentes em cada torneio, com Argentina (1992) e Dinamarca (1995) conquistando o título na primeira participação.
Oficialmente promovida pela FIFA, Brasil (1997) e França (2001) também conquistaram em suas primeiras participações.
Na sequência, a França tornou-se bicampeã em 2003, e o Brasil tornaria-se tri-campeão em 2005/2009/2013.
A Arábia Saudita sediou por 3 vezes, e o Japão 2 vezes, uma dela em conjunto com a Coréia do Sul.
Das sedes dos países há 1 ano da Copa do Mundo, em 2001, o Japão foi vice com a Coréia do Sul na 5ª.colocação; em 2005, a Alemanha ficou na 3ª.colocação; em 2009 com a África do Sul na 4ª.colocação, em 2014, com o Brasil campeão e em 2017, a Rússia, 1ª.seleção sede a ser eliminada na primeira fase.
Além do Brasil em 2013, o México foi a outra seleção que foi sede e campeã, em 1999.
Arábia Saudita em 1992 e Japão em 2001, sediaram e foram vice.
Seleções que chegaram à finais seguidas: Argentina (1992 e 1995), França (2001 e 2003), Brasil (1997 e 1999) além do tricampeonato (2003/2005/2009).
Duas finais com campeões mundiais: Brasil x Argentina em 2005 e Brasil x Espanha em 2013, com a Seleção Brasileira conquistando os dois títulos.
O Brasil é disparado em números, com 7 participações (como o México também com 7 e a frente do Japão com 5 presenças); o Brasil acumulou 33 jogos e marcou 76 gols (México chegando aos 27 jogos este ano e 43 gols antes da disputa da 3ª.colocação).
O maior artilheiro em uma edição, foi em 1997, com o Romário marcando 7 gols. Na edição seguinte (1999), o Ronaldo fez 6 gols. Por sinal, por outras duas vezes, tivemos Adriano em 2005 e Luís Fabiano em 2009, como artilheiros com 5 gols marcados cada.
Os campeões por continente: América do Sul com Brasil (4) e Argentina (1); Europa com França (2) e Dinamarca (1), além do México (1) da América Central.

Post Anterior
BRASIL, 15 anos do pentacampeonato.
Próximo Post
Futebol Brasileiro em 2017, até agora.

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.