InícioAtualidadesCristiano Ronaldo, 6 meses de Juventus, como ficou o Real Madrid.

Cristiano Ronaldo, 6 meses de Juventus, como ficou o Real Madrid.

Cristiano Ronaldo, antes Real Madrid, agora Juventus.
Passado o 1º.semestre da temporada 2018/2019 do futebol europeu, e algo não poderia passar desapercebido – a transferência de Cristiano Ronaldo do Real Madrid para a Juventus, uma surpresa na pré-temporada.

Então vamos ver os números tanto do craque quando dos dois times para já termos uma noção de como estão nos respectivos campeonatos, e o que poderá acontecer até o final da temporada, em maio de 2019.

Cristiano Ronaldo, aos 17 anos fazia sua estreia no Sporting-POR, e disputaria a temporada 2002/2003 jogando 25 partidas e marcando apenas 3 gols. Na temporada seguinte estava no Manchester United, ainda muito franzino, com muita disposição e tendo que se adaptar ao futebol inglês, historicamente caracterizado pela força do futebol.
Nos 3 primeiros anos, até que participou de muitas partidas da temporada, muitas vezes entrando ou saindo durante as partidas. Seus gols, um total de 18 gols nas 3 temporadas.
A partir de 2006/2007, quando inclusive já havia passado pela derrota da Seleção Portuguesa na Eurocopa de 2004 sediada no país português, começa a se destacar na temporada, com 17 gols marcados, e mais dois anos a frente, respectivamente, 31 e 18 gols, em 2007/2008 e em 2008/2009.
Aos 24 anos, já havia sido o melhor do mundo no ano anterior, pela FIFA em 2008. E seu destino encontraria com o time madrilenho. Seriam 9 anos de sucesso no Real Madrid onde alcançaria todos os recordes tanto no clube, no futebol espanhol, e nas copas europeias. Em 2016, ainda ganharia a Eurocopa na França, um título inédito para os portugueses.

TEMPORADAS NA ESPANHA
Logo em 2010, 26 gols no campeonato espanhol, para na sequência chegar aos 40 e 46 gols nos dois anos seguintes. Ficaria na faixa dos 34 e 31 em 2013 e 2014, e recorde em 2015 com 48 gols. Fecharia seus últimos anos com 35, 25 e 26 gols, tudo isso pelo campeonato espanhol, completando 9 temporadas.

Vamos agora para a performance considerando apenas o 1º.turno, das 9 temporadas no Real e agora na Juventus.
Por 3 vezes o Real Madrid virou o 1º.turno à frente do Barcelona, mas conquistaria apenas 2 títulos. A pontuação de vantagem foi de 49×44 em 2012, 48×44 em 2015 e 43×41 em 2017, e com relação ao ataque do Real foram 67 para 23 gols do artilheiro em 2012, 64 para 28 gols em 2015 e 49 para 13 gols de Cristiano Ronaldo. Sua melhor artilharia no 1º.turno foi em 2015 com 28 gols, seguido de 23 gols em 2012, 22 gols em 2011 e 20 gols em 2014.
Suas maiores artilharias ao final do campeonato espanhol foi de 48 gols em 2015 (Messi 43 gols), 46 gols em 2012 (Messi 50 gols) e 41 gols em 2011 (Messi 31 gols). Interessante que nestas artilharias da Liga foram as marcas superiores aos 40 gols, como Cristiano em 2011 com 41, sendo superado pelo Messi no ano seguinte com 50 gols e mesmo com Cristiano fazendo 46 gols. Em 2014, o Messi alcançaria 46 gols, e em 2015, com ambos novamente superando os 40 gols, Cristiano (48) e Messi (43). Em 2017, o artilheiro máximo seria Suarez com 40 gols, a frente de Cristiano (35) e Messi (26). É indiscutível as marcas do português e do argentino nesta época mais recente do futebol mundial.

REAL MADRID x JUVENTUS
Nesta temporada 2018/2019, o Real Madrid chegou aos 33 pontos no 1º.turno a mais baixa em relação as 9 temporadas anteriores (35 pontos em 2018 e 37 pontos em 2013, as outras duas menores). Já a Juventus chegou aos 53 pontos e vai mantendo a supremacia no futebol italiano há pelo menos 7 anos.
Em gols marcados, o Real fez apenas 28 gols, os mesmos 28 gols que Cristiano Ronaldo fez no 1º.turno de 2015 quando o Real virava o 1º.turno com o ataque já em 64 gols. A Juventus fez 38 gols neste 1º.turno de 2019, com Cristiano Ronaldo marcando 14 gols, enquanto no Real, Benzema fazia 7 gols e Bale 4 gols.

Em termos de conquistas, o Cristiano Ronaldo foi campeão 2 vezes da Liga, 2 da Copa e 2 da Supercopa da Espanha, além de 4 Ligas dos Campeões. Em relação ao Barcelona, respectivamente, este ganhou 5 Ligas, 5 Copas e 5 Supercopas.
Indo para as artilharias finais de cada temporada, CR7 marcou por 4 vezes, mais gols que Messi, ficado atrás outras 5 vezes, e ainda mais duas vezes que ficou atrás de Suarez.

PÚBLICOS NO ESTÁDIO
Indo para outro aspecto da ausência do CR7 no Real, analisamos os públicos do clube neste 1ºsemestre.
Nos 5 primeiros jogos jogando no Santiago Bernabeu, o público teve uma significativa queda, em todos os jogos.

2017/2018
27.08.2017 – 2×2 Valencia – 65.107
09.09.2017 – 1×1 Levante – 67.789
20.09.2017 – 0x1 Betis – 61.757
01.10.2017 – 2×0 Espanol – 71.205
22.10.2017 – 3×0 Eibar – 66.781

2018/2019
19.08.2018 – 2×0 Getafe – 48.446
01.09.2018 – 4×1 Leganes – 59.255
22.09.2018 – 1×0 Espanol – 67.658
29.09.2018 – 0x0 Atlético Madrid – 78.562
20.10.2018 – 1×2 Levante – 63.762

Acumulado em 2017/2018 com total de 332.639 (média 66.527 pessoas) – em 2018/2019 com total de 317.683 (média 63.536 pessoas) observando que nesta temporada teve o clássico contra o Atlético Madrid que foi disparado o melhor público desta análise.
Pela disputa da Champions, o público também ficou reduzido, dos jogos 2017/2018 contra Apoel (71.060), Tottenham (76.589) e Bor.Dortmund (73.323) para em 2018/2019 contra Roma (69.251), Viktoria Plzen (67.356) e CSKA Moscou (51.636). Então a soma foi de 220.972 contra 188.243, diferenciando 32.729 pessoas.

Nas outras 5 partidas que realizou em casa, contra Las Palmas, Málaga, Sevilla, Barcelona e Villareal, na temporada 2017/2018, o total chegou a 363.383 contra 290.645 nos jogos desta temporada, que completaram o 1º.turno, contra Valladolid, Valencia, Rayo Vallecano, Real Sociedad e Leganés, por sinal este último com 44.231 pessoas, um dos mais baixos públicos do Real em se tratando de Campeonato Espanol dos últimos anos. Públicos na casa dos 40 mil as vezes acontecem pela Copa Del Rey.

Com um parâmetro em relação ao Barcelona, este teve nas 5 primeiras partidas (253.427 pessoas, aqui não somado uma partida que teve portões fechados – pela média iria aos 316.000) contra 362.563 desta temporada agora e média de 72.521 pessoas. Nos jogos seguintes, 4 partidas em 2017/2018, 243.918 pessoas e 5 jogos agora, com 397.610 pessoas, incluso o clássico dos 5×1 contra o Real que foi 93.265 pessoas.
Esta temporada, no 1º.turno, o Real está com média de 60.832 contra os 76.017 do Barcelona.
É visível a motivação de um contra o outro.

ARTILHEIROS EM LIGAS DIFERENTES
E para lembrar números que o CR7 pode alcançar, existe apenas 2 jogadores da atualidade, pelo menos nos últimos 15 anos de campeonatos na Europa, que alcançaram pelo menos 50 gols em 3 das principais Ligas Europeias.
Luiz Suarez é o líder com 244 gols, sendo 65 na Holanda principalmente pelo Ajax, 69 gols pelo na Inglaterra pelo Liverpool e 110 gols (até o 1º.turno) na Espanha pelo Barcelona.
O segundo jogador com estas marcas é o Bósnio Dzeko, por Wolfsburgo (66), Manchester City (50) e Roma (53 gols até o 1º.turno).
E assim vamos ao Cristiano Ronaldo, com seus 57 gols pelo Manchester United, 330 gols pelo Real Madrid e os 14 gols no 1º.turno do campeonato italiano pela Juventus. Poderá alcançar a marca de 50 gols já na próxima temporada na Itália.

FOTOS: goal.com / época.com

Post Anterior
Clubes campeões em divisões diferentes - parte 1, Europa.
Próximo Post
Equador, campeão do Sul-Americano Sub20 - 2019.

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.