InícioCompetiçõesCruzeiro campeão e estatísticas das decisões de Copa do Brasil.

Cruzeiro campeão e estatísticas das decisões de Copa do Brasil.

Estatísticas da decisões da Copa do Brasil
E com duas vitórias sobre o Corinthians, o Cruzeiro conquistou seu 6º.título da competição, em 30 anos, e de quebra o primeiro clube a ser “bicampeão” com dois títulos seguidos, fato que poderia ter acontecido em 1995 quando o Grêmio foi vice contra o Corinthians, e havia sido campeão no ano anterior contra o Ceará.

Outros dois “bi” vices foram registrados com o Flamengo em 2003 e 2004, e com o Coritiba em 2011 e 2012.
Dos 30 títulos decididos, 13 deles foram a favor do clube que sediava a partida final e 17 para o clube que jogava fora de casa, isso porque em alguns casos conseguiam uma vantagem na partida de ida.

Mas alguns reverteram um resultado não muito bom em casa na 1ª.partida, como o Cruzeiro (1996 ao derrotar o Palmeiras fora depois de empate em casa), o Grêmio (1997, empate 0x0 em casa e 2×2 fora contra o Flamengo), novamente o Grêmio em 2001 (com vitória sobre o Corinthians em São Paulo depois de empate em casa), o Santo André em 2004 (ao vencer o Flamengo no Rio depois de empate em São Paulo), e o Fluminense em 2007 (ao vencer o Figueirense em Florianópolis depois de empate no Rio).

Decisões definidas na cobrança de pênaltis somente em 2015 e 2017, quando o critério de gols qualificados não era adotado, nas decisões Santos 1×0 e 1×2 Palmeiras, e Flamengo 1×1 0x0 Cruzeiro, nos dois casos o time campeão vencendo nos pênaltis na partida final em seus domínios. Por outras 5 decisões, poderiam ter ido aos pênaltis, sem o critério do gol qualificado, 2 vezes com empates e 3 vezes com vitória/derrota pelo mesmo saldo de gols.

Decisões com duas vitórias para o mesmo time como agora em 2018, aconteceu em 1995 (Corinthians x Grêmio), em 2006 (Flamengo x Vasco) e 2014 (Atlético-MG x Cruzeiro).

Decisões repetidas: foram 3 vezes, em 1996 e 1998 com Cruzeiro x Palmeiras, com os mesmos mandos de campos, 1ª. em Belo Horizonte e 2ª. em São Paulo, em 1995 e 2001 com Corinthians x Grêmio, a 1ª. com o Corinthians sendo campeão em Porto Alegre e a 2ª. com o Grêmio sendo campeão em São Paulo e em 2003 e 2017 com Flamengo x Cruzeiro, com os mesmos mandos da decisão, 1ª. no Rio e a 2ª. em Belo Horizonte.

Times do interior conquistando o título: Criciúma (1991), Juventude (1999), Santo André (2004), Paulista (2005 e Santos (2011). Dos 10 times que conquistaram somente 1 título, Criciúma, Juventude, Santo André e Paulista só foram a 1 decisão, enquanto Internacional, Fluminense, Sport, Santos, Vasco e Atlético-MG, já estiveram em pelo menos duas decisões.

Decisão de mesma cidade/estado, Flamengo x Vasco (2006), Atlético-MG x Cruzeiro (2014) e Palmeiras x Santos (2015), neste caso somente de mesmo Estado.
Outros Estados tiveram clubes na decisão, mas ficaram com o vicecampeonato: Goiás (Goiás em 1989), Ceará (Ceará em 1994), Distrito Federal (Brasiliense em 2002), Santa Catarina (Figueirense em 2007), Bahia (Vitória-BA em 2010), Paraná (Coritiba em 2011 e 2012 – Atlético-PR em 2013).
Dos 12 grandes times do Brasil, somente Botafogo e São Paulo não conquistaram a competição, porém tendo sido vices, respectivamente, e seguidamente, em 1999 e 2000.
Conquistas consecutivas, representando o mesmo Estado, aconteceram em 2004 e 2005 com Santo André-SP e Paulista-SP; em 2006 e 2007 com Flamengo-RJ e Fluminense-RJ; em 2009 e 2010 com Corinthians e Santos, e este com a conquista seguida do Cruzeiro-MG.
Em vices consecutivos por Estado, em 2001/2001 com São Paulo e Corinthians, em 2003/2004/2005 com Flamengo, Flamengo e Fluminense, e em 2011/2012/2013 com Coritiba, Coritiba e Atlético-PR.

Em termos de conquista por Estado, temos:
São Paulo (total 9) – Palmeiras (3), Corinthians (3), Santos (1), Santo André (1) e Paulista (1).
Minas Gerais (total 7) – Cruzeiro (6) e Atlético-MG (1).
Rio Grande do Sul (total 7) – Grêmio (5), Internacional (1) e Juventude (1).
Rio de Janeiro (total 5) – Flamengo (3), Fluminense (1) e Botafogo (1).
Santa Catarina (total 1) – Criciúma.
Pernambuco (total 1) – Sport.

Na Edição do “Almanaque do Futebol Brasileiro II” no início de janeiro/2019, estatísticas mais amplas sobre as 30 edições da Copa do Brasil.

Post Anterior
Resultados de Seleções na Data FIFA.
Próximo Post
Informativo em Revista - Edição 17 - temporada 2018/2019.

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.