InícioCompetiçõesEstaduais 2017, definitivamente todos os campeões, divisões, copas, acessos e rebaixamentos.

Estaduais 2017, definitivamente todos os campeões, divisões, copas, acessos e rebaixamentos.

Campeonatos Estaduais 2017
E finalmente agora em dezembro foram concluídos os dois últimos campeonatos estaduais do ano, já pela 2ª. divisão do Maranhão e de Mato Grosso do Sul.
Este ano completou-se 115 anos de campeonatos estaduais, o primeiro que foi disputado em São Paulo, com a partida inaugural no dia 3/5/1902, quando o Mackenzie vencia o Germânia por 2×1. Daí em diante, surgiu na Bahia em 1905 e no Rio de Janeiro em 1906. O última a surgir foi em 1938 em Goiás ainda como um campeonato citadino na capital Goiânia. Também já existiam campeonatos no Amapá (1944), Rondônia (1945) e Acre (1947).
Em 1959 surge o futebol no Distrito Federal e em 1973 em Roraima. Em 1979 com o desmembramento do Estado do Mato Grosso surge o Mato Grosso do Sul e já na virada para os anos 1990, o desmembramento de Goiás, criando o Tocantins.
Então vamos ver quem foram os campeões de 2017, as divisões, os rebaixamentos e as surpresas.

REGIÃO SUL

RS – 1919-2017
Logo a surpresa do Novo Hamburgo campeão desbancando o hexa Internacional com Ypiranga e Passo Fundo caindo para a 2ª.divisão. De lá, retornam São Luiz (campeão) e Avenida. Da 3ª.divisão, vieram Inter-(B) e o Bagé que substituem Tupi e Panambi. O Bagé se encontra com o rival Guarany-B em 2018 na 2ª.divisão. Finalizando o ano o São José de Porto Alegre conquista a Copa FGF na decisão contra o Aimoré. Em 2018, Grêmio e Internacional estarão na 1ª.divisão do Brasileiro, na 2ª.divisão com Brasil-P e Juventude, na 3ª.divisão, somente com o Ypiranga.

SC – 1924-2017
Em reestruturação a Chapecoense conquistou o bi-campeonato. Infelizes foram o Metropolitano depois de 13 anos na 1ª.divisão e o Litoral-Almirante que ficou apenas 1 ano na 1ª.divisão. Subiram da 2ª.divisão, o campeão Concórdia depois de 6 anos e o tradicional Hercílio Luz depois de 22 anos (quando anos antes tinham acontecido aquela fusão com o Ferroviário e depois permanecendo o Hercílio Luz). Na 3ª.divisão, o campeão foi o tradicional Blumenau, que há anos tenta reestrutar-se, juntamente com o Curitibanos. Em novembro foi disputada a Copa Santa Catarina, com apenas 4 clubes o a conquista indo para o Atlético Tubarão. Em 2018, na 1ª.divisão do Brasileiro permanece a Chapeconese, agora sozinha, já que o Avaí foi rebaixado e encontrará com Figueirense e Criciúma na 2ª.divisão. Na 3ª.divisão estará o Joinville.

PR – 1915-2017
O Coritiba retomou o título depois de 3 anos enquanto PSTC e J.Malucelli (este por ter sido penalizado com a perda de 16 pontos) eram rebaixados. Na 2ª.divisão, o Maringá-M (Alvorada Metropolitano) conquistou o título e retorna em 1 ano, junto com o União de Francisco Beltrão. Ironicamente, o Operário de Ponta Grossa campeão da 1ª.divisão em 2015 e este ano conquistando a 4ª.divisão do Brasileiro ficará na 2ª.divisão paranaense em 2018. Ainda nesta divisão estava no desespero o tradicional Grêmio Maringá, que não consegue se estabilizar no futebol, caindo para a 3ª.divisão em 2018. De lá veem para 2ª.divisão em 2018, o Independente de São José dos Pinhais e Rolândia da cidade de mesmo nome. Finalizando a temporada no Paraná, foi disputada a Copa Federação, conquistada pelo Maringá-M em decisão contra o Cascavel-CR.
Nas divisões do Brasileiro, o Atlético permaneceu na 1ª.divisão enquanto o Coritiba foi rebaixado, e no sentido contrário subindo o Paraná depois de 10 anos. Na 2ª.divisão permanece o Londrina (que este ano conquistou a Primeira Liga). Para a 3ª.divisão, subiu o Operário, campeão da 4ª.divisão.

REGIÃO SUDESTE

SP – 1902-2017
Corinthians campeão paulista. Da Série A2, campeão São Caetano sobre o Bragantino, permanecendo ainda o Guarani e a Port.Desportos em 2018. Da Série A3, campeão nacional subindo com a Inter Limeira. Da 4ª.divisão, subindo Manthiqueira e São Bernardo-EC, e fechando com a Copa Paulista com o título da Ferroviária sobre a Inter Limeira. Nesta competição, a Port.Desportos ficou pela semifinal e perdeu a oportunidade de garantir vaga na 4ª.divisão do Brasileiro em 2018, depois destes anos desde 2013, com aquela confusão do rebaixamento pela perda de pontos pela escalação do jogador Heverton.
Estarão na 1ª.divisão do Brasileiro, Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo, o menor número de participantes na Era dos Pontos Corridos. Na 2ª.divisão estarão Oeste, Guarani, a rebaixada Ponte Preta e o São Bento que subiu da 3ª.divisão. E nesta divisão, permaneceram Botafogo-SP e Bragantino, enquanto o Mogi Mirim-SP foi rebaixado.

RJ – 1906-2017
O Flamengo conquistou seu título na decisão do Fla-Flu, e Goytacaz (como campeão) e América, os classificados da 2ª.divisão, que estão até disputando uma seletiva da 1ª.divisão de 2018, com mais outros 4 clubes. Daí os 2 melhores vão para os turnos do campeonato. A 3ª.divisão foi conquistada pelo Angra dos Reis na decisão contra o Santa Cruz, com ambos subindo. Também foi disputada pela 1ª.vez a 4ª,divisão, que teve diversos problemas de WO, pela falta de estrutura dos clubes. O Perólas Negras foi o campeão na decisão contra o Campos (que logo após a 1ª.divisão de 2017, se desvinculou do Carapebus, que ficou na 2ª.divisão). Também foi disputada a Copa Rio, este ano de forma eliminatória, conquistada pelo Boavista na decisão contra o Americano.
Na 1ª.divisão do Brasileiro, os 4 grandes estarão presentes. Na 2ª.divisão, sem clubes cariocas e na 3ª.divisão permanecendo o Volta Redonda que chegou as Quartas de Finais e tendo sido rebaixado o Macaé.

MG – 1915-2017
O Atlético faturou mais um título, na decisão contra o Cruzeiro. Caíram América-TO e Tricordiano, que serão substituídos por Patrocinense-CA e Boa Esporte. O Ipatinga (campeão mineiro de 2005 e com participação na 1ª.divisão do Brasileiro) conquistou a 3ª.divisão e estará subindo com o Democrata-SL. O tradicional Tupynambás retornou as suas atividades profissionais em 2016, conquistando a 3ª.divisão. Este ano na 2ª.divisão, nas primeiras rodadas da Fase Final sofreu uma sequência de derrotas que impediu de disputar vaga de acesso.
Na 1ª.divisão do Brasileiro, Atlético e Cruzeiro recebem a companhia do América-MG, campeão da 2ª.divisão. O Boa Esporte ficou na 2ª.divisão, assim como Tupi e Tombense ficaram na 3ª.divisão.

ES – 1917-2017 – Centenário
No ano do centenário do campeonato estadual, a surpresa do título inédito do Atlético de Itapemirim que disputou a 2ª.divisão estadual em 2011, e depois em 2014 conseguia acesso. O maior campeão da história é o Rio Branco com 37 títulos, que justamente este ano foi rebaixado. Até os anos 1960, os clubes que mais se destacavam eram o Rio Branco, Vitória e até o Santo Antônio. A partir de 1964, a Desportiva entra no cenário e conquistaria até hoje 18 títulos. A 2ª.divisão foi conquistada pelo Serra que retorna 5 anos depois para a 1ª.divisão onde já conquistou 5 títulos, e acompanhado do Rio Branco-VN que retorna depois de 19 anos. Ainda fechando o calendário, a Copa Espírito Santo foi conquistada também pelo Atlético em decisão com o Espírito Santo, campeão de 2015. Participações nas divisões do Brasileiro, a última vez na 3ª.divisão foi em 2008 e desde 2009 somente na 4ª.divisão.

REGIÃO CENTRO-OESTE

GO – 1938-2017
Mesmo com o bom momento do Atlético, o Goiás conquistou o tricampeonato, e já o Vila Nova tem 12 anos de fila para o estadual. O Goiânia vai amargando 10 anos na 2ª.divisão, este ano a mais difícil, já que nas semifinais da 2ª.divisçao, jogava por um empate na partida em casa e foi derrotado pelo Grêmio Anápolis que foi o campeão e subiu junto com o Anapolina. Caíram da 1ª.divisão, Goianésia e CRAC. Da 3ª.divisão subiram o Jaraguá (campeão) e o ABECAT de Catalão.
Pelo Brasileiro, o Atlético caiu para a 2ª.divisão, reencontrando os rivais Goiás e Vila Nova. E outros times goiano somente na 4ª.divisão do Brasileiro.

DF – 1959-2017
O Brasiliense sagrou-se campeão pela 9ª.vez e fica a 2 títulos de igualar ao Gama. Deixou o Brasília que ficou com 8 conquistas. A decisão foi contra o Ceilândia que ficou com o vice pela 2ª.vez seguida. A 2ª. divisão foi conquistada pelo Bolamense no confronto contra o Samambaia. Sobem os dois, para os lugares de Brasília e Atlético Taguatinga. Em Brasileiros, a última participação na 3ª.divisão foi em 2013 com o Brasiliense. Atualmente somente vaga na 4ª.divisão.

MT – 1936-2017
Mais uma conquista estadual para o Cuiabá, em seus 15 anos de existência (7º.estadual), tendo superado em conquistas ao Dom Bosco, e próximo do Operário-VG (9 – sem acumular dos outros Operários). O Sinop foi o vice pelo 2ª.vez seguida. Mixto e Operário-VG ficaram pela primeira fase. Não houve 2ª.divisão. A Copa Mato Grosso também ficou com o Cuiabá na decisão contra o Dom Bosco. Apesar desta supremacia no futebol local o Cuiabá tem estado na 3ª.divisão do Brasileiro há 6 anos, e em 2018 reencontra com o Luverdense que esteve na 2ª.divisão nacional por 4 anos. Teremos clubes mato-grossenses na 4ª.divisão.

MS – 1979-2017
O futebol sul-matogrossense caminha para seus 40 anos de existência e muito coisa acontece por lá. Os até então fortes Operário-CG e Comercial estão ficando pra trás (o Operário ficou 2 anos suspensos e mais 3 anos na 2ª.divisão – o Comercial foi campeão em 2015 – o Nova Esperança que estava muito forte foi 2ª.divisão e está por lá), e assim o 1º.campeão de MS voltou para sua 2ª.conquista estadual, o Corumbaense, numa decisão contra o Novoperário (uma dissidência do Operário quando este ficou suspenso). Quem também volta é o Operário de Dourados, campeão da 2ª.divisão.

REGIÃO NORDESTE

BA – 1905-2017
O bicampeonato com o Vitória, seu 29º.título, em decisão contra o eterno rival Bahia. Um campeonato curto com 14 jogos para o campeão. Foram rebaixados o Galícia e o Teixeira de Freitas que nem chegou a jogar. Sobem o campeão Jequié (retornando depois de 20 anos) e o vice Pituaçu. A dupla Ba-Vit estará na 1ª.divisão do Brasileiro enquanto o Juazeirense foi para a 3ª.divisão. Terão representantes na 4ª.divisão.

CE – 1915-2017
O Ceará campeonato na decisão com o surpreendente Ferroviário que tinha vindo da 2ª.divisão depois de 3 anos, e por desistência do vice Alto Santo. A 2ª.divisão ficou com o Iguatu e o vice Floresta, ambos subindo para os lugares de Guarany-S e Itapipoca. Na 3ª.divisão tivemos o União campeão sobre o Caucaia. E ainda a Taça Fares Lopes com o título para o Floresta na decisão contra o Fortaleza-(B). Também a Taça dos Campeões entre Fortaleza e Guarani-J no confronto de ambos pelo estadual deste ano, com relação aos títulos do ano anterior.
Nas divisões do Brasileiro, o Ceará foi para a 1ª.divisão e o Fortaleza para a 2ª.divisão. Outros times na 4ª.divisão.

PE – 1915-2017
Mais uma vez o Salgueiro na decisão, mas derrotado pelo Sport. A 2ª.divisão ficou com o Pesqueira que sobe junto com o Decisão. Caíram Serra Talhada e Atl.Pernambucano. O Sport escapou de cair para a 2ª.divisão do Brasileiro, mas o mesmo não aconteceu com Santa Cruz e Náutico em duplo vexame caindo os dois para a 3ª.divisão do Brasileiro, e novo encontro com o Salgueiro que desde 2008 está por lá, tendo em 2011 ido até a 2ª.divisão e em 2013 ido até a 4ª.divisão, mas já há 4 anos na Terceirona. Vagas na 4ª.divisão também.

AL – 1927-2017
Festa no futebol alagoano, com o CSA conquistando a 3ª.divisão do Brasileiro e encontrando com o CRB na 2ª.divisão nacional em 2018. No estadual, o CRB tornou-se tricampeonato em decisão com o rival CSA, com ambos decidindo o campeonato pelo 2º.ano seguido. Caíram Sete de Setembro e Miguelense que serão substituídos por Dimensão Saúde e Zumbi. O campeonato estadual completou 90 anos de disputa.

SE – 1918-2017
Forte nos últimos anos, o Confiança chegou ao seu 20º.título estadual na decisão contra o Itabaiana. Estanciano e Botafogo foram rebaixados. Na 2ª.divisão , o campeão foi o Socorrense e vice o Olímpico-Itabaianinha. O Confiança ficará pelo 4º.ano consecutivo na 3ª.divisão do Brasileiro, e vagas na 4ª.divisão.

PB – 1908-2017
Há 6 anos com os títulos ficando com Campinense ou Botafogo, e bem que o Treze tentou este ano, mas ficou com o vice contra o Botafogo. A 2ª.divisão ficou com o Nacional-P na decisão contra a Desp.Guarabira, e vão substituir o Internacional e o Paraíba-C. O Nacional-P estava afastado da 1ª.divisão há 4 anos. O Botafogo permanece na 3ª.divisão do Brasileiro enquanto pelo menos outros dois clubes estarão na 4ª.divisão nacional.

RN – 1918-2017
O ABC vai disparando em conquistas estaduais, com seu 54º.título potiguar com 19 de vantagem sobre o América. A decisão foi com o Globo que também fez bonito na 4ª.divisão nacional ao chegar a decisão e garantir vaga na 3ª.divisão do brasileiro, enquanto o América ficava pela 4ª.divisão. No Estadual caiu o tradicional Alecrim, depois de décadas na 1ª.divisão. Sobe o Força e Luz, que retorna depois de 2 anos, querendo ficar. E a participação do Globo na 3ª.divisão terá a companhia do ABC, que caiu da 2ª.divisão do brasileiro.

PI – 1918-2017
Ao chegar o centenário do futebol piauiense em 2018, o Altos é o atual campeão, seu 1º.título, na decisão contra o Parnaíba. Cada um conquistou um turno e fora para a decisão. O Picos foi o último colocado mas como não teve a 2ª.divisão, veremos como fica em 2018. A Copa Piauí voltou este ano e a taça foi para o 4 de Julho numa decisão de duas goleadas de 4×0 (uma para cada) e decisão nos pênaltis. No Brasileiro, vagas na 4ª.divisão.

MA – 1918-2017
Mas um Estado que chegará ao Centenário em 2018, e o Sampaio Corrêa conquistou o título sobre o Cordino. O Americano caiu e será substituído pelo Bacabal, campeão da 2ª.divisão. No Brasileiro, a última rodada da primeira fase da 3ª.divisão ficou marcada pela derrota do Moto Clube para o Fortaleza, e também da derrota do Sampaio Corrêa, este jogando em São Luiz, para o Botafogo-PB, o que acabou rebaixando o Moto para a 4ª.divisão do brasileiro. Rivalidade ou falta de visão de fortalecer o futebol no Estado ? Na sequência o Sampaio sobe para a 2ª.divisão nacional. O Estado terá vagas na 4ª.divisão.

REGIÃO NORTE

PA – 1908-2017
Paysandu bicampeão em decisão contra o rival Remo. Rebaixados São Francisco e Pinheirense. O Bragantino conquistou a 2ª.divisão e sobe junto com o Parauapebas. A tradicional Tuna Luso amargará mais um ano na 2ª.divisão, seguidamente desde 2015. O Paysandu permaneceu na 2ª.divisão do brasileiro enquanto o Remo permanece na 3ª.divisão. Vagas na 4ª.divisão para 2018.

AM – 1914-2017
Mais um campeão inédito em Estaduais (Novo Hamburgo-RS, Atlético-ES, Altos-PI), o Manaus fundado em 2012 e campeão sobre o mais tradicional do Estado, o Nacional com 43 títulos. O Fast Clube que tentava o bi ficou justamente nas semifinais pelo Manaus. Caíram Holanda e São Raimundo, mas que já disputaram a 2ª.divisão agora em final de 2017, com o título indo para o São Raimundo e vice o Manicoré. Nas divisões do Brasileiro somente vagas na 4ª.divisão.

AC – 1947-2017
O Atlético bicampeão sobre o rival Rio Branco, e sua 8ª.conquista estadual, há história atrás de Rio Branco (30), Juventus (14) e Independência (12). O ADESG depois de 2 vices na 2ª.divisão, conquistou o título em 2017 e retorna para a 1ª.divisão. O Alto Acre foi o rebaixado da 1ª.divisão estadual. Vagas na 4ª.divisão do Brasileiro.

AP – 1944-2017
Domínio do Santos com o pentacampeonato estadual, chegando ao seu 6º.título, próximo do Ypiranga (8) e Amapá (10) e ainda Macapá (17). E a decisão foi justo contra o maior campeão, Macapá, e duas vitórias por 3×0 e 7×2. Vai para a 4ª.divisão do Brasileiro.

RO – 1945-2017
Pelo 3º.ano seguido, títulos inéditos, depois de Gênus (2015), Rondoniense (2016) e agora com o Real Desportivo na decisão contra o Barcelona. Clubes mais tradicionais como Vilhena, Ariquemes e Ji-Paraná até participaram do campeonato. O campeão vai estar na 4ª.divisão do brasileiro. Na época mais antiga do Estado, Ferroviário (17), Flamengo (10) e Moto Clube (10) eram os maiores campeões. Desde 1991, Ji-Paraná (9) e Vilhena (5) são os com mais títulos. Vaga na 4ª.divisão.

RR – 1973-2017
E o São Raimundo vai dominando nos últimos anos, com sua 4ª. conquista em 6 anos. O maior campeão Atl.Roraima há 8 anos na fila e o Baré desde 2010. Mais uma conquista e o São Raimundo aos 9 títulos do Baré. Uma vaga na 4ª.divisão.

TO – 1993-2017
Com campeões muito distribuídos, o Interporto chega a sua 4ª.conquista, atrás de Palmas (5) e Gurupi (6). A decisão foi contra o Sparta, com duas vitórias por 2×0. Dois campeões voltam da 2ª.divisão estadual, o Araguaína campeão e o vice Palmas. Rebaixados da 1ª.divisão, Capital e Colinas. Vaga na 4ª.divisão.

Post Anterior
SiteFUTEBOL, 6 meses. Uma festa de informações. Feliz 2018
Próximo Post
História AGORA, "Informativo em Revista" - Edição 7 ESPECIAL - Almanaque do Futebol Brasileiro 2017

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.