InícioClubesFicando na fila por um título – os anos passam…

Ficando na fila por um título – os anos passam…

Na fila por uma conquista
Uma das coisas mais desagradáveis no futebol e ver os anos passarem e não conquistar um título mais significativo, aqui dando ênfase aos campeonatos nacionais e campeonatos estaduais.
Selecionamos os principais campeonatos internacionais na Europa e América do Sul, e nossos 27 campeonatos estaduais. Veja se seu time está nesta fila. É impressionante como o tempo passa rápido e os anos vão se somando.

Campeões Nacionais na Europa:

INGLATERRA – Liverpool (28 anos – 1990), Everton (31 anos – 1987), Aston Villa (37 anos – 1981) e Tottenham (57 anos – 1961).
ITÁLIA – Napoli (28 anos – 1990), Torino (42 anos – 1976), Bologna (54 anos – 1964), Fiorentina (49 anos – 1959), e Genoa (94 anos – 1924),
ESPANHA – Valencia (14 anos – 2004), Atlético Bilbao (34 anos – 1984), Real Sociedad (36 anos – 1982) e Sevilla (72 anos – 1946)
ALEMANHA – Schalke (60 anos – 1958), Nuremberg (50 anos – 1968), Borussia Moench. (41 anos – 1977), Colonia (40 anos – 1978), Hamburgo (35 anos – 1983), Kaiserslaurten (20 anos – 1998) e Werder Bremen (14 anos – 2004).
FRANÇA – Nantes (17 anos – 2001), Saint-Etienne (37 anos – 1981), Stade de Reims (56 anos – 1962).
PORTUGAL – Sporting (16 anos – 2002), Boavista (17 anos – 2001), Belenenses (72 anos – 1946),
ESCÓCIA – Rangers (7 anos – 2011) e Aberdeem (33 anos – 1985).
HOLANDA – Twente (8 anos – 2010), AZ Alkmaar (9 anos – 2009)

Campeões Nacionais na América do Sul:

ARGENTINA – Estudiantes (8 anos – 2011 Apertura), Independiente (15 anos – 2003 Apertura),
URUGUAI – Defensor (10 anos – 2008), Progresso (11 anos – 1989), Bella Vista (28 anos – 1990),
PARAGUAI – Nacional (5 anos – 2013), Sol de América (27 anos – 1991),
CHILE – Everton (10 anos – 2008), Cobreloa (14 anos – 2004),
COLÔMBIA – Once Caldas (8 anos – 2010 Apertura), América Cali (10 anos – 2008 Clausura),

Campeões Estaduais no Brasil:

RIO DE JANEIRO – Bangu (52 anos – 1966), América (58 anos – 1960),
SÃO PAULO – São Paulo (13 anos – 2005), São Caetano (14 anos – 2004) e Bragantino (28 anos – 1990).
MINAS GERAIS – Ipatinga (13 anos – 2005), Caldense (16 anos – 2002),
RIO GRANDE DO SUL – Guarany-VA (16 anos – 2002), Caxias (18 anos – 2000) e Juventude (20 anos – 1998).
PARANÁ – Paranavaí (11 anos – 2007), Paraná (12 anos – 2006), Iraty (16 anos – 2002), Grêmio Maringá (41 anos – 1977).
SANTA CATARINA – Joinville (17 anos – 2001), Brusque (26 anos – 1992), Internacional (53 anos – 1965), Marcílio Dias (55 anos – 1963).
BAHIA – Bahia de Feira (7 anos – 2011), Colo-Colo (12 anos – 2006), Fluminense (49 anos – 1969), Galícia (50 anos – 1968), Leônico (52 anos – 1966), Ypiranga (67 anos – 1951) e Botafogo (80 anos – 1938).
CEARÁ – Ferroviário (23 anos – 1995), Tiradentes (26 anos – 1992), América (52 anos – 1966).
PERNAMBUCO – América (74 anos – 1944).
GOIÁS – Itumbiara (10 anos – 2008), Vila Nova (13 anos – 2005), CRAC (14 anos – 2004), Goiatuba (26 anos – 1992) e Goiânia (44 anos – 1974).
ESPÍRITO SANTO – São Mateus (7 anos – 2011), Linhares-FC (11 anos – 2007), Vitória (12 anos – 2006) e Alegrense (16 anos – 2002).
DISTRITO FEDERAL – Ceilândia (6 anos – 2012), CFZico (16 anos – 2002), Guará (22 anos – 1996), Taguatinga (25 anos – 1993) e Brasília (31 anos – 1987).
MATO GROSSO – União (8 anos – 2010), Mixto (10 anos – 2008), Cacerense (11 anos – 2007), Vila Aurora (13 anos – 2005), Juventude (17 anos – 2001), Sinop (19 anos – 1999), Sorriso (25 anos – 1993) e Dom Bosco (27 anos – 1991).
MATO GROSSO DO SUL – Águia Negra (6 anos – 2012), Naviraiense-CE (9 anos – 2009), Coxim (12 anos – 2006), Chapadão (15 anos – 2003).
ALAGOAS – Arapiraca (7 anos – 2011), Murici (8 anos – 2010), Corinthians (14 anos – 2004) e Capelense (29 anos – 1989).
SERGIPE – River Plate (7 anos – 2011), América (11 anos – 2007), Pirambu (12 anos – 2006), Lagartense (20 anos – 1998) e Vasco (31 anos – 1987).
PARAÍBA – Treze (7 anos – 2011), Sousa (9 anos – 2009), Nacional-P (11 anos – 2007), Atlético (16 anos – 2002), Confiança (21 anos – 1997) , Santa Cruz (22 anos – 1996) e Auto Esporte (26 anos – 1992)
RIO GRANDE DO NORTE – Potiguar-M (5 anos – 2013), ASSU (9 anos – 2009), Baraúnas (12 anos – 2006), Corintíans (17 anos – 2001) e Alecrim (32 anos – 1986).
PARÁ – Cametá (6 anos – 2012), Independente (7 anos – 2011) e Tuna Luso (30 anos – 1988).
PIAUÍ – 4 de Julho (7 anos – 2011), Comercial (8 anos – 2010), Flamengo (9 anos – 2018), Barras (10 anos – 2008), Picos (20 anos – 1998), Cori-Sabbá (23 anos – 1995), Tiradentes (28 anos – 1990) e Piauí (33 anos – 1985).
MARANHÃO – JV Lideral (9 anos – 2009), Bacabal (22 anos – 1996) e Ferroviário (45 anos – 1973).
AMAZONAS – Penarol (7 anos – 2011), América (9 anos – 2009), Holanda (10 anos – 2008), São Raimundo (12 anos – 2006), Grêmio (13 anos – 2005) e Rio Negro (17 anos – 2001).
ACRE – Juventus (9 anos – 2009), ADESG (12 anos – 2006), Vasco (17 anos – 2001) e Independência (20 anos – 1998).
AMAPÁ – Trem (7 anos – 2011), São José (9 anos – 2009), Cristal (10 anos – 2008), Independente (17 anos – 2001), Aliança (20 anos – 2018), Macapá (27 anos – 1991) e Amapá (28 anos – 1990).
RONDÔNIA – Espigão (7 anos – 2011), Vilhena (8 anos – 2010), ULBRA (10 anos – 2008), União Cacoalense (14 anos – 2004), CFAmazônia (16 anos – 2002), Guarajá (18 anos – 2000), Ariquemes (24 anos – 1994), Ferroviário (29 anos – 1989), Flamengo (33 anos – 1985) e Moto Clube (37 anos – 1981).
RORAIMA – Real (7 anos – 2011), Baré (8 anos – 2010), Atl.Roraima (9 anos – 2009) e Rio Negro (18 anos – 2000).
TOCANTINS – Araguaína (9 anos – 2009), Tocantins-P (10 anos – 2008) e Colinas (13 anos – 2005).

OBs: (1) considerou-se pelo menos os últimos 7 anos sem título. (2) o Icasa campeão cearense em 1992 foi extinto.

Post Anterior
Informativo em Revista - Edição 19 - temporada 2018/2019
Próximo Post
Os campeões - da Libertadores e da Sul-Americana - 2018

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.