InícioClubesOs clubes dos Estados do Norte do País em competições nacionais…

Os clubes dos Estados do Norte do País em competições nacionais…

Clubes do Norte do País em Competições Nacionais.
A recente campanha do Atlético-AC na 3ª.divisão do campeonato brasileiro quando esteve há duas partidas de chegar a 2ª.divisão, nos confrontos contra o Cuiabá-MT, nos levou a fazer um levantamento de clubes do Norte do Brasil, uma região muito distante dos grandes centros, onde os desafios do futebol ainda são notórios.
Tudo começou no final dos anos 1980, quando as 4 regiões eram consideradas territórios e também um outro Estado (do Centro do país) nasceria ao norte e tornaria mais um Estado desta outra região.
Estamos falando do Acre, Amapá, Rondônia e Roraima, que eram Territórios e de Tocantins, a região do Norte de Goiás. Apesar de o futebol existir há décadas nestas regiões, mas foi no início dos anos 1990 que os clubes reestruturam-se, de forma profissional e os campeonatos passaram a ser um pouco mais organizados.
As competições nacionais no Brasil, o Campeonato Brasileiro vinha de todas aquelas questões da Copa União de 1987, e estavam implementadas as divisões, e em 1989 havia surgido a Copa do Brasil.

Então a seguir vamos ver as participações de clubes destes Estados a partir deste período. Veremos alguns destaques e o atualmente tem acontecido nestes Estaduais.

O primeiro clube a participar de uma competição nacional foi o Rio Branco-AC em 1989, na 2ª.divisão do brasileiro, e continuou ainda em 1990 e 1991, neste último em companhia do Independência-AC, rival no Estado.
No ano de 1993, uma seletiva foi realizada com 8 representantes dos Estados do Norte – distribuídos do AC, AP, RO e TO – exceto RR que ainda não estava com os clubes em disputa.
E assim até hoje nenhum outro clube destes Estados conseguiu acesso para a 2ª.divisão nacional, o mais próximo disso, justamente o Atlético-AC nesta temporada da 3ª.divisão do brasileiro.

Nos anos seguintes, até 1999, os clubes estiveram distribuídos na 3ª.divisão do Brasileiro e na Copa do Brasil. Os destaques ficavam por conta do Rio Branco-AC com total de 7 presenças, o Ypiranga-AP em 4 participações, o Ji-Paraná-RO em 11 campanhas, o Atl.Roraima-RR em 4 presenças e o Kaburé-TO em 4 participações – tudo isso acumulando seja na 3ª.divisão, seja na Copa do Brasil.

Em 2000, a Copa João Havelange substituiu o campeonato brasileiro e suas divisões, sendo esta Copa disputada por mais de 120 clubes divididos em 4 módulos. Então no Módulo Verde, estiveram presentes o Tocantinópolis-TO, o Rio Branco-AC, o Ypiranga-AP, o Baré-RR e o Gênus-RO.

No período seguinte, entre 2001 e 2008, praticamente sempre com 1 representante por edição, o Rio Branco seguiu com 4 presenças na 3ª.divisão e 6 presenças na Copa do Brasil. Pelo Amapá, o Ypiranga (3+3), por Rondônia, o Ji-Paraná (3+1), por Roraima, o Atl.Roraima (3+4) e o São Raimundo também com 3+2, e por Tocantins, com o Tocantinópolis (4+1) e o Palmas (2+5).

Em 2009, a CBF cria a 4ª.divisão e juntamente com a Copa do Brasil, seriam as competições que garantiriam pelo menos 1 vaga para cada Estado, tanto do Norte quanto do restante do País.
E 3 clubes diferentes conseguiram acesso para a 3ª.divisão, o Rio Branco-AC (em 2009 remanescente da 3ª.divisão de 2008) e mais em 2010 e 2011, e em 2013 depois de uma batalha judicial que o fez retornar para 2013, que teve 21 participantes na Terceirona. Um outro clube foi o Araguaína de Tocantins, que subiu da 4ª.divisão de 2010 para a 3ª.divisão, e rebaixado na mesma edição. E finalmente, em 2017, o Atlético-AC fica entre os 4 primeiros da 4ª.divisão e garante acesso como outro clube do Acre, na 3ª.divisão, numa época mais competitiva do campeonato, e por pouco não conseguindo outro acesso para 2019.

No mais, estes Estados tiveram entre 2009 e 2012, somente um representante na Copa do Brasil, geralmente o campeão estadual de cada ano. Mas desde 2013, pelo menos o Estado do Acre tem tido dois representantes, em 4 das últimas 6 edições com Rio Branco e Atlético. O Santos tem predominado como representante do Amapá, assim com o São Raimundo por Roraima. Também Vilhena por Rondônia e Interporto e Gurupi ambos por Tocantins, tem representado mais seu Estado.

E nas 10 edições da 4ª.divisão do Brasileiro, novamente Atlético e Rio Branco pelo Acre, Santos por Amapá, Vilhena e o Real Desportivo em 2017 e 2018, por Rondônia, São Raimundo e Náutico por Roraima e clubes diferentes por Tocantins.

Em resumo, nestas 3 décadas, o futebol desta parte do País ainda enfrentam um desnivelamento em relação até aos outros dois Estados do Norte (Amazonas e Pará) e da região Nordeste e Centro-Oeste do Brasil.

No breve resumo abaixo, veja a quantidade de participações por Estado, por divisões e mais participações.

Representações totais:
Acre (74), Tocantins (60), Amapá (52), Rondônia (52) e Roraima (50).

Participações em 2ª.divisão: Acre (4).
Participações em 3ª.divisão: Acre (22), Tocantins (22), Roraima (16), Rondônia (13) e Amapá (11).
Participações em 4ª.divisão: Acre (13), Amapá (13), Tocantins (13), Rondônia (12) e Roraima (11).
Participações em Copa do Brasil: Acre (35), Amapá (28), Rondônia (27), Tocantins (25) e Roraima (23).

Maiores participações:
Rio Branco-AC (38), Ji-Paraná-RO (16), Santos-AP (14), Atl.Roraima-RR (14), Baré-RR (13), Atlético-AC (12), São Raimundo-RR (12), Palmas-TO (12) e Tocantinópolis-TO (10).

Confrontos contra os 12 grandes clubes do país (SP-RJ-MG-RS):

1992 – Ji-Paraná x Grêmio (0x4 1×4)
1992 – Atlético-AC x Atlético-MG (0x1 0x2)
1993 – Ji-Paraná x Internacional (0x6 1×9)
1993 – Rio Branco-AC x São Paulo (1×0 1×3)
1995 – Rio Branco-AC x Corinthians (0x3 0x2)
1995 – Kaburé-TO x Flamengo (0x1 0x8)
1996 – Juventus-AC x Cruzeiro (1×1 0x4)
1997 – Ji-Paraná-RO x Botafogo (1×3)
1997 – Rio Branco-AC x Flamengo (2×1 1×5)
1998 – Amapá-AP x Cruzeiro (1×7)
1998 – Alvorada-TO x Atlético-MG (1×2 0x7)
1999 – Ji-Paraná-RO x Vasco (2×4)
1999 – Ypiranga-AP x São Paulo (1×4)
2002 – Ji-Paraná-RO x Santos (0x0 2×4)
2005 – São Raimundo-RR x Botafogo (1×4)
2005 – Ypiranga-AP x Flamengo (0x2)
2007 – ADESG-AC x Fluminense (1×2 0x6)
2008 – Palmas-TO x Atlético-MG (0x7)
2009 – Rio Branco-AC x Santos (1×2 0x4)
2010 – Juventus-AC x Atlético-MG (0x7)
2012 – Rio Branco-AC x Cruzeiro (0x6)
2013 – Rio Branco-AC x Internacional (0x2)
2014 – Vilhena-RO x Palmeiras (0x1 0x2)
2016 – Santos-AP x Santos (1×1 0x3)
2016 – Galvez-AC x Santos (0x3)
2017 – Santos-AP x Vasco (0x2)
2018 – Atlético-AC x Atlético-MG (1×1)
41 jogos – 2 vitórias, 4 empates e 35 derrotas.

Na próxima edição do “Informativo em Revista No.17” vejam os quadros completos de participações, por Estado e por competição.

#

Post Anterior
Rodada de Copas - Libertadores, Sul-Americana, Champions, Liga Europa.
Próximo Post
Seleções Europeias Perdedoras desde 1956.

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.