InícioCompetiçõesReal Madrid e Atlético Madrid campeões de Copas na Europa.

Real Madrid e Atlético Madrid campeões de Copas na Europa.

Champions e Europe League
Nos últimos dias 16 e 26 de maio, respectivamente, em Estocolmo e Kiev, pela Europe League e Champions, dois clubes espanhóis, e da mesma cidade, Madrid, Atlético e Real comemoraram seus títulos. O 3º. do Atlético na competição nos últimos 9 anos e o 3º. do Real nos últimos 3 anos, e 13 no total desde 1956.
Os espanhóis vão dominando as conquistas das copas europeias, com 12 conquistas das 18 possíveis nestes últimos 9 anos desde 2010, incluindo 3 decisões entre clubes espanhóis.
Há 63 anos, em 1956, era disputada a 1ª.edição da Liga dos Campeões e logo o Real Madrid conquistaria os 5 primeiros títulos seguidos. Nos anos 1970, Ajax e Bayern Munique chegariam aos 3 títulos seguidos, como agora fez o Real Madrid nesta decisão contra o Liverpool.
Em 1960 era criada a Copa da UEFA e em 1961 a RECOPA, esta última que seria extinta em 1999. Daí então, ficariam a Champions e a Europe League, suas novas denominações a partir de 2010.

Sistema de disputa
Pois então a edição desta temporada 2017-2018 começou em junho/17 e 3 fases eliminatórias foram disputadas nas duas copas, daí uma fase de Play-Offs onde as competições se cruzam de certa forma, quando 10 clubes da Champions que não seguiriam na competição e sim passavam para a Europe League em sua fase de grupos.
As fases de grupos das duas competições foram disputadas entre setembro e dezembro, em 6 rodadas, com os 2 primeiros de cada grupo prosseguindo, 16 clubes na Champions, e na Europe League os 24 classificados e mais 8 clubes da Champions que ficaram nas 3ª.colocados dos grupos, chegando ao total de 32 clubes.
Daí em diante em fases eliminatórias até chegar às decisões.

EUROPE LEAGUE
O Atlético Madrid teve uma grande ascensão nos últimos anos, conquistando por 3 vezes a Europe League, também 1 campeonato espanhol e duas decisões da Champions contra o rival Real Madrid. Nesta temporada começou na fase de grupos da Champions, mas por ter ficado na 3ª.colocação foi para a Europe League e sagrou-se campeão.
Já o time francês de Marseille começou na 3ª. Eliminatória da mesma competição e chegou à decisão. Já tinha realizado 4 decisões de copas europeias, em 1999 e 2004 na antiga Copa da UEFA, e antes ainda na Liga dos Campeões em 1991 e 1993, este última conquistando o título contra o Milan. Nas anteriores ficou com o vice.
A decisão em Estocolmo foi de certa forma sem muitas dificuldades para o Atlético que marcou 2 gols e administrou o confronto, fechando no final o placar do título.

Decisão
16.maio.2018.quarta
Olymp.Marseille 0x3 Atlético Madrid – (Groupama Stadium, Estocolmo)
Referee: Damir Skomina (Eslovênia) – Attendance: 55.768
Goals: Griezmann 21, 49 e Gabi 89.
Olymp.Marseille (trainer R.Garcia) – Mandanda, Rami, Amavi, Payet (Lopez 32), Luiz Gustavo; Sarr, Ocamps (N’Jie 55), Sanson e Zambo Anghissa; Germain (Mutroglou 74) e Thauvin. Atlético Madrid (trainer D.Simeone) – Oblak, Godin, Vrsaljko (Juanfran 46), Gimenez e Hernandez; Gabi, Saul, Koke e Griezmann (Fernando Torres 90); Diego Costa e Correa (Partey 88).

CHAMPION LEAGUE
A principal copa de clubes do futebol mundial aguardava o confronto de espanhóis e ingleses (times, pois muitos jogadores são de outras nacionalidades). As campanhas de ambos credenciavam para uma grande decisão, muito provável de gols dos dois lados. Mas o que assistimos foi a eficiência do Real contra as falhas do Liverpool, principalmente de seu goleiro, além do fato do principal jogador, Salah, sair ainda no 1º.tempo. Para os ingleses tudo poderia ser diferente. Para os espanhóis o 3º.título seguido e o 4º.título em 5 anos da champions, em que o Real foi extremamente decisivo em todos, contra o Atlético Madrid em 2014, empatando no final da partida e vencendo na prorrogação, em 2016 contra o mesmo Atlético, levando nos pênaltis, em 2017 fazendo 4×1 na Juventus e agora com 3×1 sobre o Liverpool. As conquistas foram incontestáveis.

Decisão
26.maio.2018.sábado
Real Madrid 3×1 Liverpool – NSK Olimpic Stadium, Kiev – Ucrania
[Benzema 51, Sadio Mane (LIV) 55, Gareth Bale 64 e 83.
Referee: Mazic (Sérvia) – Attendance: 61.561
Yellow card: Sadio Mane 82.
Real Madrid (trainer Zidane) – Navas, Carvajal (Nacho 37), Sergio Ramos, Varane, Marcelo, Modric, Casemiro, Kroos, Isco (Gareth Bale 61), Benzema (Asensio 89), Cristiano Ronaldo.
Liverpool (trainer Kloop) – Karius, Lovren, Van Dijk, Robertson e Alexander-Arnold; Milner (Can 83), Wijnaldum e Henderson; Sadio Mane, Roberto Firmino e Mohamed Salah (Lallana 30).

REAL MADRID
Logo abaixo vemos as outras 12 conquistas do time espanhol, seus adversários, suas escalações.

Final, Parc des Princes, Paris, 13 Jun 1956, att 38.000
Real Madrid 4×3 Stade de Reims
6′ 0-1 SR: Leblond, 10′ 0-2 SR: Templin, 14′ 1-2 RM: Di Stefano, 30′ 2-2 RM: Rial, 62′ 2-3 SR: Hidalgo, 67′ 3-3 RM: Marquitos, 79′ 4-3 RM: Rial
Real Madrid (trainer Villalonga) – Alonso; Atienza, Marquitos, Lesmes; Munoz, Zarraga; Joseito, Marchal, Di Stefano, Rial, Gento
Stade de Reimes (trainer Batteux) – Jacquet; Zimny, Jonquet, Giraudo; Leblond, Siatka; Hidalgo, Glovacki, Kopa, Bliard, Templin.

Final, Bernabau, Madrid, 30 May 1957, att 124.000
Real Madrid 2×0 Fiorentina
70′ 1-0 RM: Di Stéfano (pen), 76′ 2-0 RM: Gento
Real Madrid (trainer Villalonga) – Alonso; Torres, Marquitos, Lesmes; Muñóz, Zárraga; Kopa, Mateos, Di Stéfano, Rial, Gento
Fiorentina (trainer Bernardini) – Sarti; Magnini, Orzan, Cervato; Scaramucci, Segato; Julinho, Gratton, Virgili, Montuori, Bizzarri

Final, Heysel Stadium, Brussels, 28 May 1958, att 67.000
Real Madrid 2×2 Milan (pr.1×0)
69′ 0-1 M: Schiaffino, 74′ 1-1 RM: Di Stefano, 78′ 1-2 M: Grillo, 79′ 2-2 RM: Rial, 107′ 3-2 RM: Gento
Real Madrid (trainer Carniglia) – Alonso; Atienza, Santamaría, Lesmes; Santistebán, Zarraga; Kopa, Joseito, Di Stéfano, Rial, Gento
Milan AC (trainer Viani) – Soldan; Fontana, C.Maldini, Beraldo; Bergamaschi, Radice; Danova, Liedholm, Schiaffino, Grillo, Cucchiaroni

Final, Neckarstadion, Stuttgart, 3 Jun 1959, att 80.000
Real Madrid 2×0 Stade de Reims
2′ 1-0 RM: Mateos, 47′ 2-0 RM: Di Stefano
Real Madrid (trainer Carniglia) – Dominguez; Marquitos, Santamaria, Zarraga; Santisteban, Ruiz; Kopa, Meteos, Di Stefano, Rial, Gento
Stade de Reims (trainer Batteux) – Colonna; Rodzik, Jonquet, Giraudo; Penverne, Leblond; Lamartine, Bliard, Fontaine, Plantoni, Vincent

Final, Hampden Park, Glasgow, 18 May 1960, att 135.000
Real Madrid 7×3 Eintracht Frankfurt
18′ 0-1 EF: Kress, 27′ 1-1 RM: Di Stéfano, 30′ 2-1 RM: Di Stéfano, 45′ 3-1 RM: Puskás, 56′ 4-1 RM: Puskás (pen), 60′ 5-1 RM: Puskás, 71′ 6-1 RM: Puskás, 72′ 6-2 EF: Stein, 75′ 7-2 RM: Di Stéfano, 76′ 7-3 EF: Stein
Real Madrid (trainer Múñoz) – Domínguez; Marquitos, Santamaría, Pachin; Vidal, Zarraga; Canario, Del Sol, Di Stéfano, Puskás, Gento
Eintracht Frankfurt (trainer Oswald) – Loy; Lutz, Eigenbrodt, Höfer; Wellbächer, Stinka; Kress, Lindner, Stein, Pfaff, Meier

Final, Heysel Stadium, Brussels, 11 May 1966, att 55.000
Real Madrid 2×1 Partizan Belgrade
55′ 0-1 P: Vasovic, 70′ 1-1 RM: Amancio, 75′ 2-1 RM: Serena
Real Madrid (trainer Munoz) – Araquistain; Pachin, De Felipe, Zoco; Sanchis; Pirri, Velazquez; Serena, Amancio, Grosso, Gento
Partizan (trainer Gegic) – Soskic; Jusufi, Rasovic, Vasovic, Mihailovic; Kovacevic, Becejac; Bajic, Hasanagic, Galic, Pirmajer

Final, Amsterdam Arena, Amsterdam, 20 May 1998, att 50.000
Real Madrid 1×0 Juventus
67′ 1-0 R: Mijatovic
Real Madrid (trainer Heynckes) – Illgner, Hierro, Sanchis, Panucci, Roberto Carlos, Raúl (Amavisca 90), Karembeu, Seedorf, Redondo, Mijatovic (Suker 89), Morientes (Jaime 82)
Juventus (trainer Lippi) – Peruzzi, Torricelli, Montero, Iuliano, Di Livio (Tacchinardi 46), Deschamps (Conte 78), Davids, Pessotto (Fonseca 71), Zidane, Del Piero, Inzaghi.

Final, Saint-Denis, Paris, 24 May 2000, att, 78.759
Real Madrid 3×0 Valencia
39′ 1-0 R: Fernando Morientes, 67′ 2-0 R: Steve McManaman, 75′ 3-0 R: Raúl
Real Madrid (trainer Vicente del Bosque) – 1-Iker Casillas; 2-Michel Salgado (4-Fernando Hierro 84) 3-Roberto Carlos, 18-Aitor Karanka, 3-Iván Campo, 8-Steve Mc Manaman, 6-Fernando Redondo, 11-Iván Helguera, 7-Raúl González, 19-Nicolas Anelka (5-Manuel Sanchís 79), 9-Fernando Morientes (11-Savio Bortolini 71).
Valencia (trainer Héctor Cuper) 1-Cañizares; 20-Angloma, 5-Djukic, 2-Pellegrino, 22-Gerardo (11-Ilie 68); 6-Mendieta, 14-Gerard, 8-Farinós, 18-Kily González; 7-Claudio López, 10-Angulo.

Final, Hampden Park, Glasgow, 15 May 2002, att: 51,456
Real Madrid 2×1 Bayer Leverkusen
RAÚL González Blanco 8, Zinédine ZIDANE 45 e Lucimar ‘LÚCIO’ da Silva Ferreira 14].
Yellow cards: Salgado (45+2), Roberto Carlos 89
Real Madrid: 13-César Sánchez Domínguez, (1-Casillas Fernández 68), 2-Míchel Salgado Fernández, 4-Hierro (Cap.), 6-Iván Helguera Bujía, 3-Roberto Carlos, 10-Luis Filipe Madeira Caeiro Figo (8-Steve McManaman 61), 24- Makelele (16-Flavio Conceiçao 73), 5-Zidane, 21-Santiago Hernán Solari, 7-Raúl, 9-Fernando Morientes –
Coach: Vicente Del Bosque González] Bayer Leverkusen: 1-Hans-Jörg Butt, 26-Zoltan Sebescen (9-Ulf Kirsten 65), 6-Boris Zivkovic, 19-Lucimar Lucio (3-Marko Babic 90+1), 35-Diego Rodolfo Placente, 25-Bernd Schneider, 28-Carsten Ramelow (Cap.), 10-Yildiray Bastürk, 13-Michael Ballack, 27-Oliver Neuville, 23-Thomas Brdaric (12-Berbatov 39). Coach: Klaus Toppmöller.

Final, Estádio da Luz, Lisboa, 24 May 2014, Att: 61.000
Real Madrid 1×1 Atlético Madrid (pr.3×0)
[36′ Godin; 90+3′ Sergio Ramos, 110′ Bale, 118′ Marcelo, 120′ Ronaldo (pen)] Atlético Madrid (trainer Simeone) – Courtois, Juanfran, Godin, Miranda, Filipe Luis (83′ Alderweireld), Raul Garcia (66′ Sosa), Tiago, Gabi, Koke, Diego Costa (10′ Adrian Lopez), Villa.
Real Madrid (trainer Ancelotti) – Casillas, Carvajal, Varane, Sergio Ramos, Fabio Coentrao (59′ Marcelo), Modric, Khedira (59′ Isco), Di Maria, Bale, Benzema (79′ Morata), Ronaldo.

Final, San Siro, Milão, 28 May 2016, Att: 72.000
Real Madrid 1×1 Atlético Madrid – (pr.0x0 pe.5×3)
[15′ Sergio Ramos; 79′ Carrasco] – Penalties: Real Madrid: L. Vazquez, Marcelo, Bale, Sergio Ramos, Ronaldo – Atlético Madrid: Griezmann, Gabi, Saul Niguez, Juanfran [miss].
Real Madrid (trainer Zidane) – Navas, Carvajal (52′ Danilo), Sergio Ramos, Pepe, Marcelo, Casemiro, Modric, Kroos (72′ Isco), Bale, Benzema (77′ L. Vazquez), Ronaldo.
Atlético Madrid (trainer Simeone) – Oblak, Juanfran, Savic, Godin, Filipe Luis (109′ Hernandez), Saul Niguez, Gabi, Fernandez (46′ Carrasco), Koke (116′ Partey), Griezmann, Torres.

Final, Millenium Stadium, Cardiff, 03 Jun 2017, Att: 66.000
Juventus 1×4 Real Madrid
[20′ Ronaldo, 27′ Mandzukic; 61′ Casemiro, 64′ Ronaldo, 90′ Asensio].
Red card: 84′ Cuadrado
Juventus (trainer Allegri) – Buffon, Barzagli (67′ Cuadrado), Bonucci, Chiellini, Alex Sandro, Khedira, Pjanic (71′ Marchisio), Dani Alves, Dybala (78′ Lemina), Mandzukic, Higuain.
Real Madrid (trainer Zidane) – Navas, Carvajal, Ramos, Varane, Marcelo, Modric, Casemiro, Kroos (89′ Morata), Isco (83′ Asensio), Benzema (78′ Bale), Ronaldo.

#

Post Anterior
Notícias rápidas, está acontecendo por aí...
Próximo Post
Especial História das Copas, capítulo 5/10.

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.