InícioAtualidadesReta final do CB1, e CB2 terminado – números e curiosidades.

Reta final do CB1, e CB2 terminado – números e curiosidades.

CB1, há 2 rodadas do final, CB2 terminado.
E neste fim de semana foi concluído o campeonato brasileiro da 2ª.divisão que teve o Bragantino-SP como campeão, o Sport-PE retornando depois do rebaixamento em 2018, o Coritiba-PR retornando depois do rebaixamento em 2017 e o Atlético-GO, de forma emocionante, retornando depois de rebaixado também em 2017.
Desta forma a 1ª.divisão terá mais um clube paulista, já que não haverá algum rebaixado em 2019, juntando-se ao Palmeiras, Santos, Corinthians e São Paulo.
O Sport-PE representará Pernambuco, enquanto o Náutico retorna para a 2ª.divisão depois de 2 anos na 3ª., e com o Santa Cruz-PE permanecendo na 3ª.divisão.
Coritiba-PR e Atlético-GO, além de retornarem juntos depois de terem caído juntos em 2017, tem a oportunidade de reencontrar seus rivais, o Atlético-PR e o Goiás-GO. Por sinal também coincidem com o rebaixamento do Londrina-PR e do Vila Nova-GO para a 3ª.divisão em 2020. Também caíram o São Bento-SP e o Criciúma-SC.
O Estado com mais rebaixamento foi de Santa Catarina, com Avaí-SC e Chapecoense-SC (depois de 6 anos na elite nacional), salvando-se apenas o Figueirense de não ir para a 3ª.divisão, depois de mudanças de técnico, greve de jogadores e derrota por WO, o time conseguir somar pontos nas rodadas finais e manter-se na 2ª.divisão. Então para 2020, depois de 19 anos, não teremos clubes catarinenses na elite.
Não podemos deixar de destacar as campanhas de Cuiabá-MT (campeão estadual e da copa verde), o CRB-AL bem regular (e reencontra com o rival CSA, caindo da 1ª.) e mais Guarani-SP e Vitória-BA que foram muito mal até o início do 2º.turno e conseguiram se recuperar.

Última rodada da 2ª.divisão
26.novembro.2019.terça
Ponte Preta 4×0 Brasil-RS
30.novembro.2019.sábado
Bragantino-SP 2×0 CRB
Oeste-SP 1×2 Criciúma
Atlético-GO 0x0 Sport
Paraná 3×3 Botafogo-SP
Londrina-PR 2×0 Guarani-SP
Figueirense 1×1 Operário-PR
América-MG 1×2 São Bento-SP
Vitória-BA 1×2 Coritiba
Cuiabá-MT 1×2 Vila Nova-GO

Classificação Final:
Bragantino-SP (75), Sport-PE (68), Coritiba-PR (66) e Atlético-GO (62) os que subiram para a 1ª.divisão;
América-MG (61), Paraná-PR (56), CRB-AL (55), Cuiabá-MT (52), Botafogo-SP (50), Operário-PR (50), Ponte Preta-SP (47), Vitória-BA (45), Guarani-SP (44), Brasil-RS (44), Oeste-SP (41) e Figueirense-SC (41) que permanecem na 2ª.divisão;
Londrina-PR (39), São Bento-SP (39), Criciúma-SC (39) e Vila Nova-GO (39) os rebaixados, que curiosamente foram juntos na 37ª.rodada quando o Figueirense-SC empatou com o CRB em Maceió, e que juntos venceram suas partidas finais .
No próximo ano estarão na 2ª.divisão os rebaixados da 1ª.divisão, Avaí-SC, Chapecoense-SC e CSA-AL já definidos e mais Cruzeiro-MG ou Ceará-CE. Da 3ª.divisão subiram: Náutico-PE (como campeão), Sampaio Corrêa-MA, Juventude-RS e Confiança-SE.

1ª.divisão
Na virada do 1º.turno fizemos uma análise sobre as estatísticas dos últimos 10 anos do campeonato brasileiro e agora republicamos o texto e acrescentamos o que até aqui (faltando 2 rodadas) já aconteceu:

1ª.divisão do Brasileiro ao final do 1º.turno.
Ao final da 19ª. rodada (1º.turno) chegamos no meio da competição e esta classificação nos remete as outras edições, aqui considerando os últimos 10 anos. Vamos ver o que os números fizeram:

  • por 7 vezes o 1º.colocado do turno conquistaria o campeonato na 38ª.rodada. CONFIRMADO: FLAMENGO.
  • nos 3 outros casos, em 2009 o Flamengo saiu da 7ª.colocação para ser campeão, em 2012 o Fluminense ficou em 2º no 1º.turno e conquistou o título e em 2018 o Palmeiras saiu da 6ª.colocação para conquistar o título nacional.
  • por 2 vezes, o 2º.colocado no 1º.turno terminaria com o vice-campeonato (São Paulo em 2014 e Atlético-MG em 2015), e somente o Fluminense em 2012 chegaria ao título. PALMEIRAS E SANTOS ESTÃO INVERTIDOS NA COLOCAÇÃO ATÉ A 37ª.RODADA.
  • dos 4 primeiros colocados no 1º.turno, somente por 3 vezes, os mesmos clubes permaneceram entre as 4 colocações, porém em posições diferentes, exceto o 1º.colocado que terminaria como campeão (Cruzeiro em 2013 e 2014) e Corinthians (2017).
  • por outras 5 vezes, pelo menos um clube deixou o G4 do 1º.turno, ao final do campeonato: o São Paulo em 2011, o Vasco em 2012,o Fluminense em 2015, o Corinthians em 2016 e o São Paulo em 2018, o pior caso pois liderava o campeonato e ficaria fora do G4 após as 38 rodadas. O QUE DEVE ACONTECER ESTE ANO, POIS O INTERNACIONAL DEIXOU O G4 E NÃO TEM COMO RETORNAR. É PROVÁVEL QUE SEJA GRÊMIO OU ATLÉTICO-PR, E AINDA O SÃO PAULO.
  • daqueles que não estavam no G4 após 19 rodadas (abrindo uma vaga), o Fluminense foi o que maior recuperação, em 2011, saindo da 11ª.colocação e terminando o campeonato na 3ª colocação. Outros dois times fizeram recuperação maior, porém com 2 clubes saindo do G4, em 2009, com o Cruzeiro saindo da 15ª. colocação para 4º.colocado, e em 2010, com o Grêmio saindo da 16ª.colocação para a 4ª.colocação final. SE FOR O GRÊMIO TERÁ SAÍDO DA 8ª.COLOCAÇÃO NO TURNO, SE FOR O ATLÉTICO-PR TERÁ SAÍDO DA 11ª.COLOCAÇÃO.
    O SÃO PAULO ESTAVA NA 6ª.COLOCAÇÃO NO TURNO
  • EM TERMOS DE PONTUAÇÃO, a menor na história (incluindo aí desde 2006 com 20 clubes pontos corridos) foi o Flamengo campeão com 67 pontos em 2009. Acima disso tivemos 71 (2010-2011), 72 (2017), 76 (2013), 77 (2012), 80 (2014-2018) e 81 pontos (Corinthians em 2015).
    O FLAMENGO, QUE EM 2009 FOI O CAMPEÃO COM O MENOR NÚMERO DE PONTOS, DESTA VEZ ALCANÇA O RECORDE PARCIAL COM 87 PONTOS RESTANDO 6 PONTOS A DISPUTAR.

Indo para a parte de baixo da classificação, o Z4, vamos ver o que aconteceu nestes 10 anos:

  • somente uma vez (2012) o 4 últimos no 1º.turno também foram os rebaixados, incluindo aí o Palmeiras que tinha sido campeão da Copa do Brasil naquele ano. DA 19ª. A 37ª. RODADA OS 4 ÚLTIMOS COLOCADOS SE MANTÉM NA MESMA ORDEM, E CASO O CRUZEIRO SEJA REBAIXADO, REPETE-SE O QUE ACONTECEU EM 2012.
  • por 7 vezes, um dos 4 últimos conseguiu escapar: Fluminense (2009, 15 pts), Atlético-MG (2011, 15 pts), São Paulo (2013, 18 pts), Coritiba (2014, 17 pts), 2015 (Coritiba, 18 pts), Cruzeiro (2016, 19 pts) e Ceará (2018, 16 pts).
    PODE ACONTECER SE O CRUZEIRO ESCAPAR DO REBAIXAMENTO.
  • por 2 vezes, dois dos 4 últimos colocados conseguiram escapar: 2010, Atlético-MG (19 pts) e Atlético-GO (17 pts), e em 2017, São Paulo (19 pts) e Vitória-BA (19 pts). Nestes dois casos, aconteceram que clubes com boas pontuações e colocações seriam rebaixados: em 2010 (Guarani-SP, 26 pontos na 9ª.colocação) e em 2017 (Coritiba-PR, 25 pontos na 10ª.colocação) indo parar naquelas duas vagas que ficaram no Z4. NÃO PODERÁ ACONTECER.
  • Dos 10 que estavam na 17ª.colocação, 7 foram rebaixados. AGORA 8 CASOS.
  • Dos 10 que estavam na 18ª.colocação, somente 5 foram rebaixados. AGORA SERÃO 6 CASOS.
  • Dos 10 penúltimos colocados, 7 foram rebaixados. AGORA SERÃO 8 CASOS.
  • Todos os 10 últimos colocados no 1º.turno foram rebaixados. CONFIRMADO.
  • em 2019 o Cruzeiro ficou na 17ª.colocação com 18 pontos. Isso aconteceu outras 4 vezes e somente uma vez, em 2013, o São Paulo conseguiu escapar. Ainda considerando esta colocação, Atlético-MG (2010), Goiás (2015) e São Paulo (2017) fizeram 19 pontos e escaparam. Já o Sport (2018 com 20 pontos) e o Figueirense (2016 com 21 pontos) foram rebaixados ao final das 38 rodadas. COM RELAÇÃO à PONTUAÇÃO, O CRUZEIRO PODERÁ SER REBAIXADO COM 42 PONTOS, IGUALANDO A FLUMINENSE E BOTAFOGO, PERDENDO NOS CRITÉRIOS.
    SE HOUVER COMBINAÇÃO DE RESULTADOS, PODERÁ O CEARÁ ESCAPAR DO REBAIXAMENTO COM SEUS ATUAIS 38 PONTOS, IGUALANDO-SE AO VITÓRIA-BA EM 2014.

Conclusões objetivas:

  • muito provável o título do Flamengo, 70% dos casos, terminando o 1º.turno na liderança. CONFIRMADO.
  • provável que somente 1 dos 4 primeiros colocados (Palmeiras, Santos e Internacional) não termine no G4. CONFIRMADO.
  • provável que Chapecoense e Avaí sejam rebaixados, e o Cruzeiro consiga escapar. O CRUZEIRO AINDA PODE ESCAPAR. OS CATARINENSES JÁ FORAM REBAIXADOS.

Se confirmar o rebaixamento do Cruzeiro, ele entrará no “seleto” grupo de grandes clubes rebaixados na Era dos Pontos Corridos: Grêmio (2004), Atlético-MG (2005), Corinthians-SP (2007), Vasco-RJ (2008-2013-2015), Palmeiras-SP (2012), Botafogo-RJ (2014) e Internacional-RS (2016). Anteriormente, desde 1988 quando foi instituído o rebaixamento já tinham sido rebaixados: Grêmio-RS (1991), Fluminense-RJ (1996, permanecendo, e em 1997), e Palmeiras-SP e Botafogo-RJ juntos em 2002. Portanto, nunca foram rebaixados: Flamengo-RJ, Santos-SP e São Paulo-SP, em 32 anos de acesso/descenso.

FOTO: diáriodegoias.com

Post Anterior
Após a 5a.rodada, como está a Champions e a Europe Legue 19/20.
Próximo Post
Esta é a história mais recente.

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.