InícioAtualidadesSiteFUTEBOL na Estrada – futebol mineiro em Juiz de Fora-MG

SiteFUTEBOL na Estrada – futebol mineiro em Juiz de Fora-MG

Futebol de Juiz de Fora-MG
Nesta segunda, dia 3 de setembro o SiteFUTEBOL esteve em Juiz de Fora-MG para visitar os Estádios/Sedes dos clubes locais.
Em 2019 o futebol desta cidade mineira poderá comemorar, depois de 30 anos, a participação de dois clubes locais na 1ª.divisão do campeonato mineiro. Tal fato se deve ao retorno do futebol profissional do Tupynambás Futebol Clube, que em 2016 retornou na 3ª.divisão e conquistando o título com acesso a divisão superior que participou em 2017 e agora em 2018, em que sua 2ª.colocação o garantiu na elite do futebol mineiro.
Na cidade sempre existiram 3 clubes, o Tupynambás de 1911, o Tupi de 1912 e o Sport de 1916, todos já centenários.

Os 3 disputaram juntos pela primeira vez, a 1ª.divisão em 1933, e somente em 1969, a cidade teria a participação do Tupi numa sequência de 4 anos. Em 1970, pela segunda e última vez os 3 clubes novamente disputando o campeonato mineiro.
Ao longo de décadas, entre 1918 e 1980, foi disputado o Campeonato Citadino de Juiz de Fora, e o Tupi seria o maior vencedor com 23 conquistas, seguido do Sport com 12 taças e o Tupynambás com 11 títulos.
Dos anos 1980 para cá o Tupi foi o único que permaneceu em atividade, com 27 participações até 2018. O Sport, por 4 vezes, em 1970, 1976, 1980 e 1988, e o Tupynambás, depois de 86 anos, a sua 2ª.participação, em 2019.

Nos anos 1990, o Tupi seria rebaixado em 1993, e acabou levando a proposta de uma fusão para criação de um clube forte na cidade, baseando em outras experiências. No início dos anos 1970, na cidade goiana de Anápolis, uma fusão do Anapolina, Anápolis e Ipiranga faziam uma fusão que duraria apenas 2 anos, e depois, em 1989, quando surgiu o Paraná Clube, com origens no Colorado/Pinheiros e anteriormente do Ferroviário/Água Verde – e o que poderia acontecer neste momento para o futebol da cidade ?

Mas a união dos clubes da cidade iria durar apenas duas temporadas e menos de dois anos. Em fevereiro de 1994 o “novo” clube, que na imprensa em geral denominava de Tupi-Manchester (pois a fusão em forma Cooperativa estaria ocupando a vaga do “Tupi” na 2ª.divisão estadual), disputava sua 1ª.partida na 2ª.divisão mineira e garantia acesso entre os 4 primeiros colocados.
No mesmo ano, disputa a 3ª.divisão do campeonato brasileiro, jogando as 6 partidas da primeira fase. No ano seguinte disputa a 1ª.divisão do campeonato mineiro ficando na última colocação entre 12 participantes. A cooperativa é desfeita, e a vaga na 2ª.divisão de 1996 fica com o Tupi.

Cooperativa Tupi-Manchester
1994
CAMP. ESTADUAL – 2ª.divisão
Primeira Fase
20.02.1994 – 1×2 Esportivo-F
27.02.1994 – 1×0 Flamengo-C
06.03.1994 – 0x1 Paraisense-F
20.03.1994 – 1×1 Pouso Alegre-C
27.03.1994 – 1×1 Trespontano-F
03.04.1994 – 1×1 Rio Branco-C
10.04.1994 – 0x0 Esportivo-C
17.04.1994 – 2×1 Flamengo-F
21.04.1994 – 1×1 Paraisense-C
01.05.1994 – 3×1 Pouso Alegre-F
08.05.1994 – 4×0 Trespontano-C
15.05.1994 – 2×2 Rio Branco-F

CAMP. BRASILEIRO – 3ª.divisão
Primeira Fase
18.09.1994 – 0x1 Campo Grande-RJ-F
24.09.1994 – 0x0 Valeriodoce-MG-C
02.10.1994 – 2×1 Villa Nova-MG-C
05.10.1994 – 0x0 Villa Nova-MG-F
13.10.1994 – 0x2 Valeriodoce-MG-F
16.10.1994 – 1×1 Campo Grande-RJ-C

1995
CAMPEONATO ESTADUAL
1º.turno
05.02.1995 – 0x0 Cruzeiro-F
12.02.1995 – 1×1 Democrata-GV-C
19.02.1995 – 0x2 Caldense-F
25.02.1995 – 0x0 Valeriodoce-F
05.03.1995 – 1×1 Democrata-SL-C
08.03.1995 – 0x1 Uberlândia-F
12.03.1995 – 0x2 URT-C
19.03.1995 – 0x1 Atlético-C
22.03.1995 – 0x2 Mamoré-F
26.03.1995 – 2×0 Rio Branco-C
01.04.1995 – 2×2 América-C
2º.turno
08.04.1995 – 0x2 Cruzeiro-C
13.04.1995 – 0x0 Democrata-GV-F
16.04.1995 – 1×1 Caldense-C
20.04.1995 – 2×1 Valeriodoce-C
23.04.1995 – 1×1 Democrata-SL-F
29.04.1995 – 1×3 Uberlândia-C
07.05.1995 – 0x0 URT-F
13.05.1995 – 1×2 Atlético-F
22.05.1995 – 1×1 Rio Branco-F
28.05.1995 – 1×0 Mamoré-C
04.06.1995 – 2×3 América-F

Em 2001 ao conquistar o título da 2ª.divisão, o Tupi retorna para a 1ª.divisão de 2002, após 8 anos distante, e 6 anos sem clubes de Juiz de Fora. Nos anos de 2005 e 2006 estaria pela 2ª.divisão, mas desde 2007 vem seguindo na principal divisão do futebol mineiro, com boas participações, tendo estado em 4 disputas de semifinais.
Em 2009 o Sport reativava seu departamento de futebol e disputaria a 3ª.divisão, ficando nas últimas colocações. No ano seguinte novamente na 3ª.divisão fica na 6ª.colocação, esta que foi sua última participação.

Esperemos então pelo campeonato mineiro de 2019, com o confronto entre os dois clubes de Juiz de Fora, um caso de rivalidade, como tem acontecido nos últimos anos entre URT x Mamoré, clubes de mesma cidade que se encontram na 1ª.divisão.

E o confronto deverá ser no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio (considerado o maior radialista da cidade) inaugurado em 30 de outubro de 1988 (completa mês que vem 30 anos) já com o público recorde até hoje de 53.000 pessoas, porém com a capacidade atual definida em torno de 31.800 pessoas.

Pela proximidade da cidade mineira ao Estado do Rio de Janeiro, a presença de clubes cariocas acabou acontecendo ao longo dos anos. Na própria inauguração, a partida da rodada dupla foi entre Flamengo x Argentinos Jrs. Em 1989, na despedida de Zico no Flamengo, a partida foi um Fla-Flu pelo Brasileiro. E tantos outros jogos até a conquista do Fluminense, da Primeira Liga, em 2016.
Que a rivalidade permaneça entre os clubes da cidade, e também a participação tanto no cenário mineiro quanto nacional, como vemos com tantos outros clubes do país.

Post Anterior
Um pouco de futebol argentino... 125 anos.
Próximo Post
Liga das Nações da Europa já começou.

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.