InícioCompetiçõesUm pouco de futebol argentino… 125 anos.

Um pouco de futebol argentino… 125 anos.

Futebol Argentino
Neste ano de 2018 o futebol argentino está comemorando 125 anos de competições, e teve ao longo deste tempo períodos e modelos de disputa conforme o futebol ia se desenvolvendo, os clubes melhorando suas estruturas, a participação dos torcedores e as rivalidades que surgiam.

O 1º.período do futebol no país acontece entre 1893 e 1911, em que o Alumni e o Lomas Athletic se tornam os maiores vencedores com 9 e 5 títulos, respectivamente.

CAMPEONATO ARGENTINO
Liga Amadora
1893 Lomas Athletic (1) – Flores Athletic (-)
1894 Lomas Athletic (2) – Rosario Athletic (-)
1895 Lomas Athletic (3) – Lomas Academy (2)
1896 Lomas Academy (1) – Flores Athletic (-)
1897 Lomas Athletic (4) – Lanus Athletic (-)
1898 Lomas Athletic (5) – Lobos Athletic (-)
1899 Belgrano Athlet (1) – Lobos Athletic(-)
1900 English School (1) – Lomas Athletic (5)
1901 Alumni (1) – Belgrano Athletic (1)
1902 Alumni (2) – Barracas Athletic (-)
1903 Alumni (3) – Belgrano Athletic (1)
1904 Belgrano Athletic (2) – Alumni (3)
1905 Alumni (4) – Belgrano Athletic (2)
1906 Alumni (5) – Lomas Athletic (5)
1907 Alumni (6) – Atlético Estudiantes (-)
1908 Belgrano Athletic (3) – Alumni (6)
1909 Alumni (7) – River Plate (-)
1910 Alumni (8) – Porteno (-)
1911 Alumni (9) – Porteno (-)

Daí em diante até 1934, o futebol platino ainda era Amador e ficara dois períodos sob organização da Liga F.A.F. (até 1926) e pela Liga A.A.F. (até 1934) em que vários anos foram disputados em paralelo.
O clube que vem se destacar neste período é o Racing que alcançaria 9 conquistas em 1925, período em que o Boca Juniors chegaria aos 6 títulos, Huracan com 4, Porteño com 4, San Lorenzo com 3 e Independiente com 2 taças. Interessante que o River Plate havia conquistado apenas 1 título ainda em 1920, antes dos outros clubes conquistarem suas primeiras taças.

Liga F.A.F.
1912 Porteño (1) – Independiente (-)
1913 Estudiantes (1) – Gym.Esgrima (1)
1914 Porteño (2) – Estudiantes (1)
1915 –
1916 –
1917 –
1918 –
1919 Racing (7) – Velez Sarsfield (-)
1920 River Plate (1) – Racing (7)
1921 Racing (8) – River Plate (1)
1922 Independiente (1) – River Plate (1)
1923 San Lorenzo (2) – Independiente (1)
1924 San Lorenzo (3) – Gym.Esgrima (1)
1925 Racing (9) – San Lorenzo (3)
1926 Independiente (2) – San Lorenzo (3)
Liga A.A.F.
1912 Quilmes (1) – San Isidro (-)
1913 Racing (1) – San Isidro (-)
1914 Racing (2) – Atlético Estudiantes (-)
1915 Racing (3) – San Isidro (-)
1916 Racing (4) – Platense (-)
1917 Racing (5) – River Plate (-)
1918 Racing (6) – River Plate (-)
1919 Boca Juniors (1) – Estudiantes (-)
1920 Boca Juniors (2) – Banfield (-)
1921 Huracan (1) – Del Prata (-)
1922 Huracan (2) – Sportivo Palermo (-)
1923 Boca Juniors (3) – Huracan (-)
1924 Boca Juniors (4) – Temperley (-)
1925 Huracan (3) – Nueva Chicago (-)
1926 Boca Juniors (5) – Argentinos Jrs. (-)
1927 San Lorenzo (1) – Boca Juniors (5)
1928 Huracan (4) – Boca Juniors (5)
1929 Gym.Esgrima (1) – Bca Juniors (5)
1930 Boca Juniors (6) – Estudiantes (-)
1931 Porteño (3) – Estudantil Porteno (-)
1932 Sport.Barracas (1) – Colegiales (-)
1933 Sport.Docksud (1) – Nueva Chicago (-)
1934 Porteño (4) – Banfield (-)

Por 4 anos, entre 1931 e 1934, temos uma Liga Profissional coordenada pela L.A.F. Mas o campeonato denominado como “Nacional” desta era profissional aconteceria a partir de 1935. E aí sim, começam a surgir os grandes times argentinos, com o Boca Juniors em 1940 tornando-se o maior campeão argentino com seu 10º.título, e se alternando em conquistas com o River Plate, Racing e Independiente. Formavam-se os clássicos entre River x Boca (superclássico) e Racing x Independiente (da Avellaneda) e em 1950 todos eles já tinham seus Estádios que faziam a diferença nestes grandes confrontos.
Em 1928 era inaugurado o “Libertadores da América” do Independiente, em 1934 o “Alberto Armando – La Bombonera” do Boca, em 1938 o “Monumental de Nunes” do River Plate e em 1950 o “Presidente Peron” do Racing.
O futebol argentino completava 70 anos no início dos anos 1960, e até 1966, o maiores campeões na história eram o Boca com 16 taças, o Racing com 15, o River Plate com 13 e o Independiente com 7 conquistas.

L.A.F. (Profissional)
1931 Boca Juniors (7) – San Lorenzo (3)
1932 River Plate (2) – Independiente (2)
1933 San Lorenzo (4) – Boca Juniors (7)
1934 Boca Juniors (8) – Independiente (2)

Campeonato Nacional
(Liga Profissional)
1935 Boca Juniors (9) – Independiente (2)
1936 River Plate (3) – San Lorenzo (3)
1937 River Plate (4) – Independiente (2)
1938 Independiente (3) – River Plate (4)
1939 Independiente (4) – River Plate (4)
1940 Boca Juniors (10) – Independiente (4)
1941 River Plate (5) – San Lorenzo (3)
1942 River Plate (6) – San Lorenzo (3)
1943 Boca Juniors (11) – River Plate (6)
1944 Boca Juniors (12) – River Plate (6)
1945 River Plate (7) – Boca Juniors (12)
1946 San Lorenzo (4) – Bca Juniors (12)
1947 River Plate (8) – Boca Juniors (12)
1948 Independiente (5) – River Plate (8)
1949 Racing (10) – River Plate (8)
1950 Racing (11) – Boca Juniors (12)
1951 Racing (12) – Banfield (-)
1952 River Plate (9) – Racing (12)
1953 River Plate (10) – Velez Sarsfield (-)
1954 Boca Juniors (13) – Independiente (6)
1955 River Plate (11) – Racing (12)
1956 River Plate (12) – Lanus (-)
1957 River Plate (13) – San Lorenzo (4)
1958 Racing (13) – Boca Juniors (13)
1959 San Lorenzo (5) – Racing (13)
1960 Independiente (6) – River Plate (13)
1961 Racing (14) – San Lorenzo (5)
1962 Boca Juniors (14) – River Plate (13)
1963 Independiente (7) – River Plate (13)
1964 Boca Juniors (15) – Independiente (7)
1965 Boca Juniors (16) – River Plate (13)
1966 Racing (15) – River Plate (13)

Nesta mesma época iniciava a disputa da Taça Libertadores e esta seria uma competição em que os times argentinos iriam se destacar. Apesar das 4 primeiras conquistas terem sido duas do Penarol e duas do Santos, na sequência o bicampeonato do Independiente (1964-1965), o título do Racing (1967), um tricampeonato do Estudiantes (1968-1969-1970) e um tetra do Independiente (de 1972 a 1975), e ainda o bi do Boca em 1977-1978.
O campeonato argentino a partir de 1967 passava a ter duas competições, o campeonato metropolitano no 1º.semestre o campeonato nacional no 2º.semestre. E foi ao longo dos anos 1970 e início dos anos 1980, que o River Plate alcançaria o Boca em quantidade de conquistas, e também que o Independiente superaria ao Racing.
Em 1985, o Boca tinha 21 conquistas, o River com 20 taças e o Independiente com 14 títulos argentinos.

Camp. Metropolitano (1o.semestre)
1967 Estudiantes (1) – Racing (15)
1968 San Lorenzo (6) – Estudiantes (1)
1969 Chacarita Jrs. (1) – River Plate (13)
1970 Independiente (9) – River Plate (13)
1971 Independiente (10) – VelSarsfield (1)
1972 San Lorenzo (7) – Racing (15)
1973 Huracan (5) – Boca Juniors (18)
1974 Newell’s Old (1) – Rosario Central (2)
1975 River Plate (14) – Huracan (5)
1976 Boca Juniors (19) – Huracan (5)
1977 River Plate (16) – Independiente (11)
1978 Quilmes (2) – Boca Juniors (21)
1979 River Plate (17) – Velez Sarsfield (2)
1980 River Plate (19) – Argentinos. Jrs. (-)
1981 Boca Juniors (21) – Ferrocarril (-)
2o.semestre
1982 Estudiantes (2) – Independiente (13)
1983 Independiente (14) – San Lorenzo (9)
1984 Argentinos Jrs. (1) – Ferrocarril (1)
1o.semestre
1982 Ferrocarril (1) – Quilmes (2)
1983 Estudiantes (3) – Independiente (14)
1984 Ferrocarril (2) – River Plate (20)
1985 Argentinos Jrs. (2) – Velez Sarsfield (2)

Campeonato Nacional (2o.semestre)
1967 Independiente (8) – Estudiantes (1)
1968 Velez Sarsfield (1) – River Plate (13)
1969 Boca Juniors (17) – River Plate (13)
1970 Boca Juniors (18) – Rosario Central (-)
1971 Rosário Central (1) – San Lorenzo (6)
1972 San Lorenzo (8) – River Plate (13)
1973 Rosario Central (2) – River Plate (13)
1974 San Lorenzo (9) – Rosario Central (1)
1975 River Plate (15) – Estudiantes (2)
1976 Boca Juniors (20) – River Plate (15)
1977 Independiente (12) – Talleres (-)
1978 Independiente (13) – River Plate (16)
1979 River Plate (18) – Union Santa Fé (-)
1980 Rosário Central (2) – Racing (15)
1981 River Plate (20) – Ferrocarril (-)

O calendário argentino a partir de 1985 assumiria a forma europeia, com o campeonato começando no 2º.semestre de 1984 e terminando no 1º.semestre do ano seguinte, sempre com um campeão nacional.
A partir de 1991, o nomenclatura altera-se para Torneios Apertura e Torneios Clausura, com dois campeões, ou seja, um campeão a cada semestre do ano corrente. E justamente no Torneio Apertura no 2º.semestre de 1991 é que o River Plate torna-se o maior campeão do país com 23 conquistas, ao mesmo tempo que o Boca permanecia com 22 títulos com o vice-campeonato.
O futebol argentino seguia conquistando títulos da Libertadores e também da então criada Supercopa da América (1988) que seria a competição precursora da atual Copa Sul-Americana (passando antes por Copa Mercosul), com os título do Racing (1988), Boca Juniors (1989) e mais Independiente (bi), Velez e Boca Juniors.
Também seria no final dos anos 1980 que muito jogadores argentinos (como também brasileiros e uruguaios) eram contratados principalmente por clubes italianos, e neste ponto não somente na Argentina como na maioria dos outros países latinos, o fato de existir os torneios Apertura e Clausura, fazia com que as competições estivessem no “mesmo calendário” da Europa.

Campeonato Argentino
1985/86 River Plate (21) – Newells Old (-)
1986/87 Rosario Central (3) – Newells Old (-)
1987/88 Newells Old (1) – San Lorenzo (9)
1988/89 Independiente (15) – Boca Jrs (22)
1989/90 River Plate (22) – Independiente (15)
Torneio Apertura – Clausura
1990 Newells Old (3) – River Plate (22)
1991 Boca Juniors (23) – San Lorenzo (9)
Disputa Play-Off – Temporada
1990/91 Newel’s Old (1) – Boca Juniors (-)
1991/92 River Plate (1) – Newells’Old (1)

Torneio Apertura – Clausura
Temporada
1991 River Plate (23) – Boca Juniors (22)
1992 Newells Old (4) – Velez Sarsfield (2)
Temporada
1992 Boca Juniors (24) – River Plate (22)
1993 Velez Sarsfield (3) – Independiente (15)
Temporada
1993 River Plate (23) – Velez Sarsfield (3)
1994 Independiente (16) – Huracan (5)
Temporada
1994 River Plate (24) – San Lorenzo (9)
1995 San Lorenzo (10) – Gym.Esgrima (1)
Temporada
1995 Velez Sarsfield (4) – Racing (15)
1996 Velez Sarsfield (5) – Gym.Esgrima (1)
Temporada
1996 River Plate (25) – Independiente (16)
1997 River Plate (26) – Colon (-)
Temporada
1997 River Plate (27) – Boca Juniors (23)
1998 Boca Juniors (25) – Gym.Esgrima (1)
Temporada
1998 Velez Sarsfield (6) – Lanus (-)
1999 Boca Juniors (26) – River Plate (27)
Temporada
1999 River Plate (28) – Rosario Central (3)
2000 River Plate (29) – Independiente (16)
Temporada
2000 Boca Juniors (27) – River Plate (29)
2001 San Lorenzo (11) – River Plate (29)
Temporada
2001 Racing (16) – River Plate (29)
2002 River Plate (30) – Gym.Esgrima (1)
Temporada
2002 Independiente (17) – Boca Juniors (26)
2003 River Plate (31) – Boca Juniors (26)
Temporada
2003 Boca Juniors (28) – San Lorenzo (11)
2004 River Plate (32) – Boca Juniors (27)
Temporada
2004 Newells Old (5)- Vel.Sarsfield (6)
2005 Velez Sarsfiled (7) – Banfield (-)
Temporada
2005 Boca Juniors (29) – Gym.Esgrima (1)
2006 Boca Juniors (30) – Lanus (-)
Temporada
2006 Estudiantes (4) – Boca Juniors (30)
2007 San Lorenzo (12) – Boca Juniors (29)
Temporada
2007 Lanus (1) – Tigre (-)
2008 River Plate (33) – Boca Juniors (29)
Temporada
2008 Boca Juniors (31) – Tigre (-)
2009 Velez Sarsfield (8) – Hurancan (5)
Temporada
2009 Banfield (1) – Newell´s Old (5)
2010 Argentinos Jrs. (3) – Estudiantes (4)
Temporada
2010 Estudiantes (5) – Velez Sarsfield (8)
2011 Velez Sarsfield (9) – Lanus (1)
Temporada
2011 Boca Juniors (31) – Racing (16)
2012 Arsenal (1) – Tigre (-)

E quando tudo parecia seguir dentro dos padrões no futebol Argentino, no final das temporadas 2013 e 2014 volta a existir a decisão dos vencedores dos Torneios Apertura e Clausura. Mas no 2º.semestre de 2014 nova mudança ocorre, com a disputa de um Campeonato em turno único, entre agosto e dezembro, com a conquista do Racing, depois de 13 anos sem título.
No ano de 2015, o campeonato passa a ter 30 participantes com 30 rodadas entre fevereiro e dezembro, e novamente em 2016 outra alteração, com um campeonato de turno único no 1º.semestre (conquistado pelo Lanus, e o retorno das disputas de temporadas (um ano para o seguinte), com 30 clubes em 2017 e o último disputado, concluído no mês de maio/2018, com 28 clubes.
E já iniciada temporada 2018/2019 com 26 participantes que disputarão 25 rodadas até maio de 2019.

Temporada
2012 Velez Sarsfield (10) – Newells Old (6)
2013 Newells Old (7) – River Plate (36)
2013 (D) Velez Sarsfield (11) – Newells (7)
Temporada
2013 San Lorenzo (13) – Lanus (1)
2014 River Plate (37) – Boca Juniors (31)
2014 (D) River Plate (38) – San Lorenzo (13)
Temporada – 2º.semestre do ano
2014 Racing (18) – River Plate (37)
Campeonato Argentino – Ano Corrente
2015 Boca Juniors (32) – San Lorenzo (13)
Temporada – 1o.semestre do ano
2016 Lanus (2) – San Lorenzo (13)
Temporada
2017 Boca Juniors (33) – River Plate (38)
2018 Boca Juniors (34) – Godoy (-)

River Plate (38), Boca Juniors (34), Racing (18), Independiente (17), San Lorenzo (13), Velez Sarsfield (11), Newells Old Boys (7), Estudiantes (6), Huracan (5), Porteño (3), Argentinos Jrs. (3), Lanus (2), Ferrocarril (2), Rosário Central (2), Quilmes (2), Arsenal (1), Banfield (1), Sport Barracas (1), Sport Docksud (1), e Gimnasia Esgrima (1),

O River Plate é o maior campeão argentino, mas teve sua história marcada pela pior campanha no final da temporada 2010/2011, ficando na antepenúltima colocação e sendo derrotado em play-off contra o Belgrano da 2ª.divisão, sendo rebaixado para a 2ª.divisão argentina. Retornou no ano seguinte após a conquista da competição, e já em 2014 conquista a Copa Sul-Americana e em 2015 a Recopa da América e também a Taça Libertadores.
O Boca Juniors, com sua apaixonada torcida está logo atrás, e um pouco distante os rivais Racing e Independiente. E clubes como San Lorenzo, Velez Sarsfield, Newells Old Boys e Estudiantes também tem suas participações e conquistas.
Muito se teria a falar sobre o futebol dos “Hermanos”, mas isso fica para uma próxima vez.

Post Anterior
Quantos títulos tem os maiores clubes do planeta ???
Próximo Post
SiteFUTEBOL na Estrada - futebol mineiro em Juiz de Fora-MG

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.